2 eventos ao vivo

No Pacaembu, Verdão quer "capricho" que sumiu nos últimos jogos

13 mar 2013
20h52
atualizado às 23h13

Em jogo atrasado da 10ª rodada do Campeonato Paulista, o Palmeiras tem nesta quinta-feira, às 20h30 (de Brasília), contra o Paulista, no Pacaembu, a chance de mostrar que pode ser superior em campo e, também, vencer. Sem ganhar nem marcar gols nos últimos três jogos, a equipe tenta "caprichar" para somar três pontos.

"Nos últimos jogo, chegamos bem na frente, os atacantes criaram, limparam as jogadas... Não dá nem para reclamar do último passe, o problema foi chute a gol. Faltou perfeição, faltou caprichar", constatou Márcio Araújo, um exemplo da má fase do ataque, já que, mesmo sendo volante, é um dos artilheiros do time com três gols no ano.

Nas partidas de 'seca', a equipe perdeu por 2 a 0 para o Libertad, no Paraguai, e por 1 a 0 para o Tigre, na Argentina, ambos pela Libertadores. No domingo, mesmo com um a mais durante quase todo o segundo tempo, ficou no 0 a 0 com o São Paulo no Morumbi. "Se capricharmos mais, com certeza as coisas vão mudar e não só quem vem de trás, mas os atacantes também vão fazer gol", apostou Márcio Araújo.

Na escalação, Gilson Kleina promove mudanças para aumentar a ofensividade do time. Em relação a quem entrou em campo no clássico do fim de semana, o volante Charles sai para a retomada do 4-2-3-1 com Patrick Vieira aberto pela direita. Kleber segue centralizado como centroavante, assim como Valdivia na armação. As dúvidas estão do lado esquerdo.

Na lateral, Juninho, aprovado por sua atuação no domingo, e o volante Marcelo Oliveira, suspenso no Choque-Rei, disputam a posição. Na frente, Vinicius e Leandro são as opções. O meio-campista Souza e o atacante Maikon Leite, que poderiam ser alternativas, seguem vetados por contusão.

A necessidade de vitória fica clara para o clube não se complicar. O Verdão tem um jogo a menos do que seus concorrentes e ocupa a sétima posição. Caso tropece no Pacaembu - onde conquistou sua última vitória, sobre o União Barbarense, no dia 24 -, corre o risco de sair da zona de classificação para as quartas de final no fim de semana.Outra razão destacada na busca pelo triunfo é uma resposta às turbulências da semana passada. Na última quinta-feira, dia seguinte à derrota para o Tigre pela Libertadores, membros da Mancha Alviverde tentaram agredir Valdivia, que tinha feito um gesto obsceno a um deles, e arremessaram xícaras no elenco em um aeroporto de Buenos Aires.

Do outro lado, o Paulista tenta ficar mais perto dos oito primeiros colocados do que da faixa que define os rebaixados. A distância para as duas zonas é de quatro pontos. Após perderem do Penapolense no fim de semana, os comandados do técnico Giba se apoiam em seu desempenho diante do Santos no Pacaembu, com vitória mesmo com Neymar em campo.

"O Paulista já mostrou que tem condições de surpreender. Já mostramos isso contra o Santos. Claro que são equipes diferentes, mas temos que colocar isso na nossa cabeça e confiar no nosso potencial", disse o lateral direito Hudson, que estreou no sábado e ainda continuará na reserva.

Sem desfalques, Giba tem dúvidas no meio-campo entre Alan Mineiro e Diego Marangon. A zaga, apesar dos erros em Penápolis, deve continuar sendo formada por Lázaro e Dráusio.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X PAULISTA

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 14 de março de 2013, quinta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Maiza Teles Paiva (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Adriano de Assis Miranda e Leandro Carvalho da Silva (ambos de SP)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Weldinho, Henrique, Mauricio Ramos e Marcelo Oliveira (Juninho); Vilson, Márcio Araújo; Patrick Vieira, Valdivia e Vinicius (Leandro); Kleber
Técnico: Gilson Kleina

PAULISTA: Richard; Thales, Lázaro, Dráusio e Rodolfo Testoni; Kasado, Diego Marangon (Alan Mineiro), Hudson e Renato Ribeiro; Cassiano Bodini e Marcelo Macedo
Técnico: Giba

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade