1 evento ao vivo

"Entrei na história do Ceni, na parte negativa", diz Robinho

27 set 2015
18h33
atualizado às 19h50
  • separator
  • 0
  • comentários

O meia Robinho não escondeu a felicidade por ter arrancado um empate por 1 a 1 no Choque-Rei deste domingo após uma falha do goleiro Rogério Ceni. O palmeirense, que já havia feito um golaço do meio-campo no ídolo tricolor na vitória do Verdão por 3 a 0, no Campeonato Paulista, voltou a encobrir Ceni após o veterano errar na saída de bola. Por ser o último ano do são-paulino como profissional, Robinho destacou a alegria de entrar para a história como um dos algozes do goleiro rival.

Gol de cobertura de Robinho sobre Ceni (de novo) mantém Palmeiras no G-4
Gol de cobertura de Robinho sobre Ceni (de novo) mantém Palmeiras no G-4
Foto: Marcello Zambrana/Agif / Gazeta Press

“Só sei que estou feliz demais e meu filho deve estar ainda mais feliz do que eu. É um gol importante. Este foi um dos últimos jogos do Rogério contra o Palmeiras, pude fazer um gol desses e ficar mais uma vez na história dele, mesmo que na parte negativa. E respeitando muito, porque é um ídolo do futebol brasileiro. Mas fico feliz por estarmos no G4”, disse o jogador, recordando que a igualdade impediu o São Paulo de tomar a quarta colocação do Palmeiras.

Robinho também aproveitou a oportunidade para rebater críticas ao seu futebol e valorizou o trabalho do setor ofensivo do Palmeiras no lance do gol. "Falam que não tenho talento, que só corro. Mas eu não ligo para isso. Quando vi que o Rafa (Marques) apertou o zagueiro e ele não recuou muito bem para o Rogério, vi o Alecsandro pressionado e fui feliz porque a bola sobrou no meu pé. Tive tranquilidade para dominar e acertar o gol. Achei até que o Rodrigo Caio ia colocar a mão e fazer o pênalti", afirmou.

Mesmo consagrado como herói alviverde neste Choque-Rei, Robinho sabe que o rendimento do Palmeiras foi muito abaixo da média. "Fizemos um dos piores jogos no Brasileiro. Fomos dominados completamente, apesar do Marcelo Oliveira ter cobrado no intervalo. Hoje o jogo não era para a gente, mas foi um empate importante e que nos manteve no G4", avaliou.

O Palmeiras chegou aos 45 pontos e possui uma distância de dois para o Santos, atual quinto colocado na tabela de classificação. No meio da semana, o time enfrentará o Internacional, no estádio Palestra Itália, em jogo válido pela Copa do Brasil. No Brasileiro, o clube alviverde volta a campo no próximo domingo, contra a Chapecoense, na Arena Condá.

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade