Pan-Americano 2007

Pan-Americano 2007

Sábado, 28 de julho de 2007, 23h16  Atualizada às 01h08

Brasil bate EUA e completa coleção com título do Pan


Marcelo Pereira/Terra

Dante ajuda o Brasil em mais uma conquista
Busca
Saiba mais na Internet sobre:
Faça sua pesquisa na Internet:

A Seleção Brasileira masculina de vôlei venceu os Estados Unidos, neste sábado, por 3 sets a 0, com parciais de 25/16, 25/20 e 25/22, conquistou os Jogos Pan-Americanos, disputados no Rio de Janeiro, e completou sua coleção de títulos internacionais.

» Veja mais fotos
» Bernardinho desabafa e diz que País precisa de exemplo
» Jogadores fazem homenagem a Ricardinho na premiação
» Mande uma mensagem
aos jogadores da Seleção

No comando da equipe desde 2001, o técnico Bernardinho colocará a taça ao lado das do Campeonato Sul-Americano, Copa América, Campeonato Mundial, Copa dos Campeões, Copa do Mundo, Liga Mundial e Olimpíada.

Com o título, o Brasil se recupera de 2003, quando era franco favorito ao torneio disputado na República Dominicana, mas acabou derrotado pela Venezuela na semifinal e ficou com a medalha de bronze.

Esta é terceira vez que o Brasil conquista os Jogos. As duas primeiras aconteceram em 1963, em São Paulo, e em 1983, em Caracas, na Venezuela.

Antes da competição pan-americana, o Brasil passou por uma de suas maiores crises desde que Bernardinho está no comando. Com o corte do levantador Ricardinho, chegou-se a colocar em dúvida a possibilidade da conquista, logo desfeita com uma vitória tranqüila sobre o Canadá.

A campanha ainda teve vitórias sobre Cuba, pela segunda rodada, México na seqüência, a algoz Venezuela, até chegar a grande final contra os Estados Unidos, todas por 3 sets a 0.

No primeiro set, em uma disputa equilibrada, os rivais chegaram a abrir 10 a 8 após dois erros da Seleção Brasileira. Mas depois de três bloqueios seguidos, a equipe de Bernardinho conseguiu reverter para 11 a 10.

Após tempo pedido pelo técnico Robert Brawning, o Brasil ainda venceu um belo rali e conseguiu fazer 14 a 10, forçando mais um tempo norte-americano. Somente então os rivais conseguiram marcar novamente.

Usando e abusando dos bloqueios, a Seleção conseguiu abrir 18 a 12, dos quais sete haviam sido no quesito. Daí em diante, aumentou-se ainda mais a vantagem e o Brasil fechou o primeiro set em 25 a 16.

Após um início tranqüilo, a equipe verde e amarela manteve o ritmo, mas encontrou uma seleção norte-americana mais consistente. No entanto, não o suficiente para impedir o ímpeto brasileiro, que conseguiu fechar a segunda parcial em 25 a 20.

No terceiro set, a Seleção controlou os ataques norte-americanos mantendo a boa recepção e conseguiu abrir 10 a 5 em menos de cinco minutos de disputa.

Desanimada, a equipe dos EUA não conseguia mostrar poder de reação e tinha os seus ataques marcados em todas as viradas. Ainda assim, o Brasil viu sua vantagem cair para dois pontos quando o placar apontava 15 a 13.

Após a parada técnica, a equipe de Bernardinho conseguiu aumentar um ponto na vantagem e manteve a distância até o final, quando fechou o set em 25 a 22 e o jogo em 3 sets a 0.

  • Envie esta notícia por e-mail
  • Imprima esta notícia