Pan-Americano 2007

Pan-Americano 2007

Domingo, 29 de julho de 2007, 19h00  Atualizada às 21h04

Mesmo ausente, Lula volta a ser vaiado no Pan

EFE

Carlos Arthur Nuzman foi vaiado quando citou o governo federal
Busca
Saiba mais na Internet sobre:
Faça sua pesquisa na Internet:

Allen Chahad
Carol Gregnanin
Celso Paiva
Liana Pithan
Direto do Rio de Janeiro

Após o constrangimento sofrido por Luiz Inácio Lula da Silva durante a cerimônia da abertura dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, em 13 de julho, manifestações contra o presidente da República voltaram na festa de encerramento, neste domingo, no Estádio do Maracanã.

» Veja fotos da festa
» Veja mais fotos
» Megaenquete: vote agora
» Robson Caetano parabeniza vaias a atletas adversários
» Público brinca com gafe
do "oooi" no fim do Pan

» Vítimas de acidente aéreo
em SP são homenageadas

No evento que abriu a disputa dos Jogos, Lula esteve presente e acabou vaiado todas as vezes que apareceu no telão ou teve seu nome citado no sistema de som. Neste domingo, o presidente não compareceu, mas muitos protestaram quando seu nome apareceu no telão.

Uma vaia tímida já surgiu quando o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e do Comitê Organizados dos Jogos (CO-Rio), Carlos Arthur Nuzman, agradeceu os apoios dos governos federal, estadual e municipal pelo apoio na realização do Pan.

"Agradeço à indispensável e real parceria e à vontade política dos governos federal, estadual e municipal, que foram determinantes para o sucesso desses Jogos", disse Nuzman.

Depois, durante o discurso do presidente da Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa), o mexicano Mario Vázquez Raña, que citou o nome de Lula, também reproduzido por escrito no telão, as vaias foram fortes.

As manifestações do público continuaram quando foram citados o governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e o prefeito da capital fluminense, Cesar Maia. O primeiro ainda recebeu muitos aplausos em meio às vaias, enquanto o segundo não escapou.

  • Envie esta notícia por e-mail
  • Imprima esta notícia