Pan-Americano 2007

Pan-Americano 2007

Segunda, 6 de agosto de 2007, 23h16  Atualizada às 12h04

Odepa isenta de culpa brasileiro pego no antidoping

Busca
Saiba mais na Internet sobre:
Faça sua pesquisa na Internet:

Mario Vázquez Raña, presidente da Organização Desportiva Pan-americana, reconheceu hoje que cinco atletas tiveram resultado positivo em exames antidoping nos Jogos Pan-americanos do Rio de Janeiro, um deles da equipe de handebol do Brasil, que porém foi isento de culpa.

Em entrevista, Vázquez Raña explicou que um jogador de handebol do Brasil e uma atleta de São Cristóvão e Névis deram resultado positivo. Mas os dois foram inocentados por demonstrarem que tomavam remédios com fins terapêuticos.

No entanto, o ciclista colombiano Libardo Niño, medalha de prata na prova contra-relógio, deu resultado positivo para EPO. Raña mencionou outros dois participantes dos Jogos, mas não divulgou nomes, países de origem nem os esportes que praticam.

O dirigente confirmou apenas o caso de Niño, que já havia sido detectado num exame na Colômbia. O ciclista poderá apresentar sua defesa.

"Posso dizer que foram os Jogos Pan-americanos mais limpos da história", afirmou Raña. Ele destacou o pioneirismo da Odepa na luta contra o uso de substâncias proibidas no esporte, nos Jogos de Caracas (1983). Na ocasião, foram sete resultados positivos, mas dezenas de atletas se retiraram ao saber da existência de um laboratório confiável.

Em Winnipeg (1999), foram 11 casos, e em Santo Domingo (2003), 12.

"A comissão medica da Odepa é uma das mais respeitadas e ciosas de seu trabalho. Por isso, tinha certeza de um trabalho limpo no Rio de Janeiro", afirmou.

No Rio de Janeiro foram feitos 1.261 exames antidoping. Até 29 de julho, dia do encerramento dos Jogos, não tinha sido registrado nenhum resultado positivo.

O presidente da organização considerou o Pan do Rio o melhor da história, apesar das falhas nos torneios de beisebol e softbol.

"Não foram falhas da organização. Choveu muito. Mas não podemos culpar São Pedro", disse, em tom de piada.

  • Envie esta notícia por e-mail
  • Imprima esta notícia