PUBLICIDADE
Logo do

Paraná

Favoritar Time

Após empate em casa, Nedo Xavier balança no cargo do Paraná

Treinador do time paranaense não é mais unânime e será reavaliado internamente

3 jul 2015 - 22h06
(atualizado em 8/7/2015 às 17h48)
Ver comentários

Após 10 rodadas na Série B, o Paraná está na 12ª colocação, com 12 pontos, e não consegue embalar na competição. A avaliação é de que o tempo era suficiente para um melhor rendimento da equipe comandada por Nedo Xavier.

A diretoria paranista, que mudou após a renúncia de Rubens Bohlen, no final de março, fez uma reformulação no time que caiu nas quartas de final do Campeonato Paranaense e contratou metade de um elenco para o torneio. A falta de entrosamento, argumento inicial, já não é mais aceito e o departamento de futebol acredita que, pelo menos, o grupo poderia estar próximo do G-4.

Nedo Xavier tem 40% de aproveitamento em 10 jogos pelo Paraná
Nedo Xavier tem 40% de aproveitamento em 10 jogos pelo Paraná
Foto: Giuliano Gomes/PR PRESS

Desde a derrota para o Paysandu por 2 a 1, fora de casa, na sexta rodada, a direção tricolor já vem se mostrando insatisfeita com o trabalho. As vitórias magras, tirando o 3 a 1 diante do Mogi Mirim, além do desempenho ser abaixo do esperado, fizeram com que o clube olhasse o mercado.

Um técnico com passagem pelo Paraná recentemente, inclusive, já foi sondado pelos dirigentes e é deixado como “plano B” em uma saída definitiva de Nedo Xavier. O problema é se o treinador apalavrado, com Claudinei Oliveira como nome mais forte, receber outra proposta nesse período de indecisão.

Após o empate contra o Criciúma por 0 a 0 nesta sexta-feira, na Vila Capanema, o atual comandante paranista disse que quer ainda mais contratações. “Temos que ser conscientes, a gente sabe o que está precisando e conversamos para reforçar. Momento é difícil, mas tem que pensar agora no jogo contra o Oeste para buscar o resultado”, comentou.

Na próxima terça-feira, o Paraná enfrenta o time paulista em Osasco, pela décima primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Se a demissão não vier antes disso, um novo tropeço deve decretar o fim do ciclo de NEdo Xavier no clube paranaense.

Fonte: PGTM Comunicação - Especial para o Terra PGTM Comunicação - Especial para o Terra
Publicidade
Publicidade