0

Atlético-PR entra em acordo para mandar jogos nos estádios do Paraná

23 abr 2013
10h47
atualizado às 10h48
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois de negociações que duraram cerca de 20 dias, diretorias de Paraná e Atlético-PR finalmente chegaram a um acordo em relação ao empréstimo de estádio para o restante da temporada 2013. Na última semana, o aluguel era parcial. Sem local para jogar o clássico contra o Coritiba no domingo, no qual ganhou por 3 a 1, o estádio Erton Coelho Queiroz acabou sendo o escolhido, mediante o pagamento de uma dívida de R$ 75 mil – quando Atlético-PR e Grêmio Barueri atuaram na Vila Capanema -, além do próprio aluguel da partida. Entretanto, as conversas já seguiam para projetos maiores.

Enquanto Vila Capanema não fica pronta, Atlético mandará seus jogos na Vila Olímpica
Enquanto Vila Capanema não fica pronta, Atlético mandará seus jogos na Vila Olímpica
Foto: Atlético-PR / Divulgação

Ainda nesta semana, os dois clubes vão anunciar oficialmente a parceria. A princípio, Paraná e Atlético-PR utilizarão a Vila Olímpica, já que o Durival Britto e Silva está passando por uma reforma total no gramado.

Neste final de semana, a diretoria do Paraná disse que a expectativa é poder mandar a estreia, em casa, pela Série B do Campeonato Brasileiro, no dia 28/05, contra o São Caetano, já na Vila Capanema. Enquanto não fica pronto – o que pode ocorrer durante a Copa das Confederações -, ambos vão utilizar o Erton Coelho Queiroz pela Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.

O Atlético-PR, inclusive, vai tentar deixar o estádio localizado no Boqueirão apto para receber o primeiro jogo da final da Série A do Campeonato Paranaense, caso confirme o título do returno na última rodada. Para isso, será preciso instalar um sistema de segurança com câmeras, já que está limitado para 9.900 torcedores. Caso consiga, atenderá seus mais de 14 mil associados atualmente, pois aumentará a capacidade para 18 mil.

Quando alugou seu estádio ano passado, o Paraná cobrou R$ 50 mil por cada partida. Os clubes não confirmam valores atuais, mas de acordo com o narrador do Terra, Napoleão de Almeida, o novo acordo envolvendo os estádios será fixado em R$ 75 mil por jogo.

Fonte: PGTM Comunicação - Especial para o Terra PGTM Comunicação - Especial para o Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade