2 eventos ao vivo

Italiana Errea é a nova fornecedora de material do Paraná

21 fev 2014
18h22
atualizado às 21h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Próximo de ter o contrato finalizado com sua atual fornecedora de material – Kanxa termina no dia 28 de fevereiro –, o Paraná saiu na frente e possui uma nova: a italiana Errea assume o papel em março.

Localizada em Parma, na Itália, a Errea possui uma empresa representante no bairro Santa Felicidade, em Curitiba
Localizada em Parma, na Itália, a Errea possui uma empresa representante no bairro Santa Felicidade, em Curitiba
Foto: Errea / Divulgação

Desde a metade do ano passado, o clube paranaense vem negociando com quatro empresas para alterar uma das maiores reclamações da torcida: Joma, Kappa, Errea e a atual. Com a Kanxa desde 2010, após trocar a Joma pela Penalty, a diretoria convive com queixas de seus torcedores, principalmente na falta de materiais e variedade nas lojas localizadas na sede social da Kennedy e da Vila Capanema.

Entretanto, o principal motivo para não ter alteração em 2012, quando renovou com a atual fornecedora, é de que o Paraná possuía uma pendência financeira, contraída na gestão 2010/11, do até então presidente Aquilino Romani.

Na ocasião, com atrasos nos salários de funcionários das áreas de futebol e social, o clube não repassou valores das vendas de camisa à Kanxa. A dívida acabou parcelada com a entrada de Ruben Bohlen, presidente reeleito em 2013, e tem sua última parcela justamente neste mês, quando acaba o contrato.

Assim, a Kanxa tem preferência da renovação e para cobrir qualquer proposta. Porém, o Paraná não renovará e deve fechar com a Errea por dois anos. A fornecedora já está presente em Curitiba, pois começou a estampar sua marca na camisa do J. Malucelli nesta temporada.

A direção, inclusive, teria solicitado materiais à empresa representante da Errea no Brasil, a Unghe, localizada em Santa Felicidade. Porém, por ter pedidos do Trieste (clube da suburbana) e do próprio Jotinha, a remessa ainda vai demorar. O contrato entre as partes ainda não foi assinado.

O superintendente geral, Giovani Linke, não confirmou a informação. “Não tem nada ainda”, despistou. O vice-presidente de marketing do clube, Jeferson Thauny, seguiu a mesma linha. “Devemos ter novidades na semana que vem”, completou.

Veja também:

Vai ter jogo? Editor do L! analisa imbróglio na partida entre Palmeiras e Flamengo pelo Brasileirão
Fonte: PGTM Comunicação - Especial para o Terra PGTM Comunicação - Especial para o Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade