1 evento ao vivo

Toninho Cecílio diz que não foi procurado para renovar com Paraná

23 abr 2013
15h42
atualizado às 15h45
  • separator
  • 0
  • comentários

Na quarta-feira, o Paraná possui um jogo decisivo. Contra o São Bernardo-SP, pela primeira fase da Copa do Brasil, a equipe joga por um empate sem gols ou vitória para se classificar. Apesar da boa perspectiva, o clima não é dos melhores nos bastidores.

<p>Toninho se mostrou desanimado</p>
Toninho se mostrou desanimado
Foto: Paraná Clube / Divulgação

Com contrato encerrando ao final da Série A do Campeonato Paranaense, o técnico Toninho Cecílio declarou que ainda não foi procurado pela diretoria. Na coletiva realizada hoje, na Vila Olímpica do Boqueirão, o desânimo era evidente.

A alta cúpula do Paraná já traça um planejamento para o segundo semestre. O gerente de futebol, Alex Brasil, viajou para o Rio Grande do Sul e São Paulo para negociar com possíveis reforços para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Entretanto, o atual treinador do clube sequer foi escutado sobre nomes e está fora das atuais decisões. Uma rescisão contratual de R$ 100 mil, caso fosse mandado embora, era um empecilho para o Paraná trocar o comando. Porém, o próprio Cecílio admitiu que “abriria mão” da multa.

O time paranaense estuda algumas possibilidades, mas nenhuma é unanimidade. Questões financeiras também impedem, atualmente, um técnico com mais renome. A expectativa é de que o dinheiro vindo da venda do leilão da sub-sede do Tarumã, que renderá R$ 30 milhões aos cofres do Paraná, ajude.

Deste montante, o clube espera que, com as negociações das dívidas, sobre cerca R$ 5 milhões para um investimento maior nesta temporada. A liberação do valor deve sair em até 15 dias.

Fonte: PGTM Comunicação - Especial para o Terra PGTM Comunicação - Especial para o Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade