Pequim
 
Brasil
 

História

Paris 1900

Destaque
Getty Images
Charolotte Cooper
Além de Charolotte Cooper, primeira mulher a ganhar o ouro em Olimpíada, os Jogos de Paris tiveram como destaque o norte-americano Alvin Kraenzlein, que venceu quatro eventos de atletismo em três dias. Entre eles estava o 200m com barreiras, prova na qual registrou um recorde que persistiu por 25 anos.
Curiosidades
  • O maratonista Michel Théato talvez seja o vencedor mais controverso da história olímpica. Por ter sido contestado pelos outros competidores, o atleta só teve a vitória confirmada, com direito à entrega de medalha, 12 anos mais tarde. Porém, outra polêmica envolve Theáto. Ele é reconhecido pelo COI como francês, apesar de ter disputado a competição como atleta de Luxemburgo.
Ficha
  • Período: 14 de maio a 28 de outubro
  • Número de países: 24
  • Número de atletas: 997 atletas (22 mulheres e 975 homens)
  • Modalidades: 20
    atletismo, cabo de guerra, ciclismo, críquete, croquete, esgrima, futebol, hipismo, ginástica, golfe, pelota basca, pólo, pólo aquático, natação, remo, rúgbi, tênis, tiro, tiro com arco e vela
Medalhas
  • França264134101
  • Estados Unidos19141447
  • Reino Unido156930
  • Times mistos63312
  • Suíça6219

Ausentes na primeira edição, as mulheres fizeram sua estréia em Olimpíada em 1900, quando os Jogos foram realizados em Paris. Ao todo, estiveram na capital francesa 22 mulheres e a tenista inglesa Charlotte Cooper entrou para a história como a primeira vencedora de uma prova feminina olímpica.

Porém, o brilhantismo da estréia das mulheres foi ofuscado pelo longo período de competições. Foram quatro meses e meio de duração, já que a Olimpíada foi integrada à Exposição Universal de Paris, uma feira mundial de comércio realizada na França por cinco meses.

A iniciativa mostrou-se desastrosa. Ao invés de um evento incentivar a presença de público no outro, houve concorrência e a maioria das provas foram disputadas com as arquibancadas vazias.

Em princípio, a competição recebeu o nome de Concurso Internacional de Exercícios Físicos e de Esportes e teve pouca participação do Comitê Olímpico Internacional (COI) na organização. O Barão de Coubertin, organizador da Olimpíada de Atenas, chegou a abandonar a chefia em protesto ao pouco caso dado pela Exposição Universal de Paris aos esportes.

Mais tarde, o COI reconheceu 20 esportes como parte da história dos Jogos. Entre eles, estava o excêntrico cabo-de-guerra. Por outro lado, o politicamente incorreto tiro aos pombos e os inexpressivos corrida de balão e natação com obstáculos foram excluídos da memória olímpica.

O Brasil não participou desta edição da Olimpíada. Ao todo, foram 24 países participantes, entre os quais se destacou a França, com 26 medalhas de ouro, 41 de prata e 34 de bronze. Estados Unidos e Inglaterra vieram na seqüência.

Redação Terra