Pequim
 
Brasil
 

Locais de provas

Ginásio Centro Esportivo Olímpico

Divulgação/Bocog Complexo terá três quadras para treinos
Ficha
  • Capacidade: 6300 pessoas
  • Esportes: 1 modalidade
  • Handebol

O complexo que recebe a primeira fase e as quartas-de-final do handebol foi construído originalmente para os Jogos Asiáticos de 1990 e teve de ser adaptado para a Olimpíada de Pequim.

A reforma pela qual passou o Ginásio Centro Esportivo Olímpico durou um ano e meio. As principais mudanças foram a montagem de um novo teto, a ampliação da entrada principal e a instalação de equipamentos que economizam energia elétrica.

Além de melhorias na estrutura, a área foi praticamente duplicada para 47 mil m² e as arquibancadas suportam agora até 6,3 mil pessoas.

O Ginásio também está apto a receber torneios de basquete, esgrima e rúgbi sobre cadeira de rodas na Paraolimpíada, além do goallball, uma modalidade exclusiva para atletas com deficiência visual.

Após os Jogos, a arena deve ser colocada à disposição de times chineses e dos cidadãos.

Redação Terra