Pequim
 
Brasil
 

Pequim 2008

Quinta, 17 de abril de 2008, 01h33 Atualizada às 10h25

Na Índia, 60 são detidos em chegada da tocha

  • Notícias

Passagem da tocha olímpica enfrenta protestos em território indiano
Passagem da tocha olímpica enfrenta protestos em território indiano
AFP

Dezenas de refugiados tibetanos receberam com protestos na madrugada de hoje a tocha olímpica em Nova Délhi, que chegou em um avião especial procedente do Paquistão, segundo diversas fontes. A polícia deteve cerca de 60 tibetanos durante os protestos, informou a agência estatal indiana de notícias PTI.

» Veja as fotos da tocha
» Veja o infográfico da tocha

Segundo o diário The Times of India, cerca de 20 mil agentes estão em Nova Délhi para evitar incidentes durante o percurso da tocha.

O avião especial com a tocha aterrissou à 1h10 (16h40 de quarta-feira em Brasília). Pouco depois chegar à Índia, grupos de tibetanos usando jaquetas amarelas com a mensagem "Liberdade para o Tibete" tentaram invadir o cordão de isolamento policial em vários pontos da cidade.

As forças de segurança interromperam o trânsito em várias das principais ruas e avenidas do sul de Nova Délhi devido aos protestos, o que gerou grandes engarrafamentos nos arredores do aeroporto.

Na quarta-feira, 47 tibetanos foram detidos quando protestavam em favor da causa tibetana em frente à Embaixada da China em Nova Délhi, onde a presença policial foi constante nas últimas semanas.

Calcula-se que a Índia acolhe cerca de 130 mil refugiados tibetanos que deixaram seus lares depois da revolta de 1959, que forçou o exílio do Dalai Lama.

O governo tibetano no exílio está sediado na cidade indiana de Dharamsala, no norte do país e próxima ao Himalaia.


EFE