Pequim
 
Brasil
 

Pequim 2008

Segunda, 30 de junho de 2008, 10h16 Atualizada às 10h18

Qingdao promete eliminar algas no local de regatas

  • Notícias

Monte de algas retirado da sede de Vela dos Jogos
Monte de algas retirado da sede de Vela dos Jogos
AFP

Qingdao, que será sede das competições de regata olímpica em agosto, comprometeu-se a retirar, no prazo de 15 dias, a alga invasora, anunciou no último domingo o governo local. A região costeira da cidade foi coberta por um florescimento de algas desde o fim de maio. Uma cobertura verde brilhante de algas pode ser observada nas praias e se estende por diversas centenas de metros. A cidade está localizada a 550km ao sudeste de Pequim.

» Veja mais fotos da sede da vela
Especialistas descobriram que se trata de uma espécie exótica que veio da região central do Rio Amarelo e que não terá nenhuma influência à qualidade da água do mar perto de Qingdao.

O subdiretor do Departamento Oceânico e de Pesca de Qingdao, Wang Shulian, disse que o surto da alga não está relacionado com as condições ambientais nem com a qualidade da água em alto-mar, perto de Qingdao.

No entanto, a repentina invasão da alga está afetando em certo grau a ordem normal da preparação das equipes de regata para os próximos Jogos Olímpicos. Os navegantes de pelo menos 30 países e regiões estão treinando em Qingdao para a olimpíada, que serão inaugurados em 8 de agosto.

Até sábado, a alga tinha afetado uma área marítima total de 13 mil km². Para agravar a situação, mais de 32% ou 15,86 km² da área marítima destinada para a competição de regata olímpica, também ficou coberta.

Para garantir o desenvolvimento sem contratempos dos eventos esportivos olímpicos, Qingdao mobilizou mais de 10 mil trabalhadores e mais de mil embarcações para retirar a alga do mar. Até agora foram tiradas mais de 100 mil toneladas de alga.

Wang disse que, além da limpeza, também serão adotados outros métodos, como bloquear a entrada das algas, para solucionar o problema mais rapidamente.


Agência Xinhua