Pequim
 
Brasil
 

Pequim 2008

Quarta, 23 de julho de 2008, 02h41 Atualizada às 07h53

Restaurante de Pequim fará antidoping em patos

  • Notícias

Para não causar problemas, restaurante famoso pelo pato assado fará exames nos animais antes de serví-los
Para não causar problemas, restaurante famoso pelo pato assado fará exames nos animais antes de serví-los
Reuters

A cadeia de restaurantes Quanjude, a mais famosa de Pequim, informou nesta quarta-feira que a partir de agora os patos usados em seus pratos passarão por um exame antidoping para assegurar que sua ingestão não prejudique os atletas durante os Jogos Olímpicos.

O Quanjude, famoso por seu pato laqueado, existe há mais de 300 anos e costuma ser freqüentado por chefes de Estado e governo que visitam a capital chinesa.

Segundo a agência oficial Xinhua, a cadeia de restaurantes não quer causar problemas aos atletas que quiserem freqüentar um de seus estabelecimentos, e por isso prometeu que seus patos estarão livres de substâncias estimulantes.

Os patos, que são criados em centros especiais para que sua carne seja macia e suculenta, deverão superar três testes diferentes antes de chegar à mesa dos consumidores. Os centros de criação foram inspecionados e homologados pelo Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Pequim (Bocog).

Todos os pratos deverão cumprir os requisitos físicos e químicos, inclusivo sobre proteína, gordura e minerais. Além disso, serão provados para descobrir microorganismos, como bactérias.

Os patos assados serão sujeitos a testes de amostra casual realizados pelo Bocog, segundo o gerente do restaurante. Os patos assados da Quanjude são preparados sobre fogo de diferentes madeiras de árvores frutíferas.

O Quanjude espera que os Jogos Olímpicos sirvam para impulsionar a marca no exterior, o que possibilitaria a ampliação da franquia fora da China. Atualmente, a cadeia de restaurante possui estabelecimentos no Japão e na Austrália.

Os Jogos de Pequim serão realizados de 8 a 24 de agosto. O Terra irá transmitir ao vivo e com exclusividade a competição em 13 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários terão a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso será gratuito.

Com informações das agências Efe e Xinhua.


Redação Terra