Pequim
 
Brasil
 

Pequim 2008

Sexta, 8 de agosto de 2008, 13h06 Atualizada às 06h49

Ex-ginasta "flutua" e acende tocha gigante

  • Notícias

Tocha gigante de Pequim é acesa por ex-ginasta chinês
Tocha gigante de Pequim é acesa por ex-ginasta chinês
Agência Xinhua

Direto de Pequim

Com 37 minutos de atraso, o ex-ginasta chinês Li Ning "flutuou" e acendeu a pira olímpica no ponto máximo da Cerimônia de Abertura dos Jogos de Pequim, nesta sexta-feira, no Estádio Olímpico, o Ninho de Pássaro. Ning recebeu o símbolo olímpico e foi erguido por cabos, percorrendo toda a lateral interna do teto do estádio, antes de colocar fogo em uma tocha gigante.

» Veja mais de 100 fotos da cerimônia de abertura
» Assista ao vídeo
» China abre Jogos com megaespetáculo de tecnologia e luzes
» Comente a Cerimônia

O chinês, 44 anos, detentor de seis medalhas olímpicas, três delas de ouro, nos Jogos de Lons Angeles 84. Retirou-se das competições em 1988 e no ano 2000 entrou no hall da fama da ginástica. A identidade do encarregado de acender o fogo olímpico é normalmente mantida em segredo até o último instante, mas a agência oficial chinesa Xinhua divulgou seu nome horas antes.

Em 1987, Li Ning se tornou o único membro asiático da comissão de atletas do Comitê Olímpico Internacional (COI). O ex-ginasta, apelidado de "príncipe da ginástica artística", entrou para história ao acender a tocha nesta sexta.

A festa de abertura contou com uma mega produção, principalmente com um show de luzes e fogos de artifício, que iluminaram o céu da capital chinesa.

Mas a festa não foi só alegrias. O desfile das delegações foi marcado também pelo forte calor. Os atletas tiravam os paletós, se abanavam com o que tinham em mãos e até sentavam, aguardando o término da passagem de todos os participantes da Olimpíada 2008.

Os 181 atletas brasileiros que desfilaram no Ninho de Pássaro emocionaram o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que, também sem paletó por conta do calor, levantou-se e acenou para seus compatriotas. Lula acompanhou de perto a passagem dos atletas - estava na primeira fila da tribuna de celebridades do Ninho - e ficou de pé desde que o País foi anunciado, assim permanecendo por toda a passagem.

Além de Lula, dezenas de chefes de Estado e de Governo, entre eles o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, o presidente francês Nicolas Sarkozy e o primeiro-ministro russo Vladimir Putin, entre outros, assistiram à Cerimônia.

A delegação mais bagunceira do desfile foi a espanhola. Liderada pelo tenista Rafael Nadal, futuro número um do mundo, os atletas pulavam e gritavam. Os espanhóis chegaram a "quebrar o protocolo" ao posar para fotos fora da área de desfile dos atletas.

Mesmo com o sucesso dos brasileiros e dos espanhóis, os mais aplaudidos e ovacionados foram os chineses. Comandados pelo gigante Yao Ming, astro da NBA, a delegação chinesa recebeu o carinho do público no local, que contava com cerca de 90 mil espectadores no estádio.

O jogador de basquete entrou no estádio sozinho, mas logo recebeu a companhia do garoto Lin Hao, levado de encontro à estrela da NBA pela organização do evento. Aluno de uma escola primária de Sichuan, província afetada pelo terremoto de 12 de maio, o menino caminhou ao lado de Ming e também recebeu atenção especial dos espectadores.

Foram mais de 10 mil atletas de 204 países e regiões que desfilaram no Estádio Nacional da China, situado no norte da capital chinesa.

Olimpíada no Terra: ao vivo e exclusivo

O Terra transmite ao vivo e com exclusividade a competição em 13 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito. Na área Fanzone, o usuário pode ser o comentarista, gravar vídeos com sua câmera e compartilhá-los com a audiência do Terra. Envie vídeos, fotos e textos para os atletas e as equipes.
Clique e participe.

Siga os Jogos no Celular: wap.terra.com.br ou no iphone (www.terra.com.br/jogosolimpicos)


Redação Terra