Pequim
 
Brasil
 

Pequim 2008

Quinta, 14 de agosto de 2008, 23h53 Atualizada às 02h06

Phelps leva 6º ouro; Thiago Pereira fica sem medalha

Michael Phelps vibra com sexto ouro nos Jogos de Pequim
Michael Phelps vibra com sexto ouro nos Jogos de Pequim
Agência Xinhua

Allen Chahad
Direto de Pequim

O nadador norte-americano Michael Phelps conquistou sua sexta medalha de ouro na Olimpíada de Pequim, nesta sexta-feira, na prova dos 200 m medley, disputada no Centro Aquático Nacional. Com o tempo de 1min54s23, o astro conseguiu ainda seu sexto recorde mundial nesta edição dos Jogos - quatro individuais e dois em revezamentos. Já o brasileiro Thiago Pereira ficou na quarta colocação e finalizou sem medalhas sua participação.

A medalha de prata ficou com o húngaro Laszlo Cseh, com o tempo de 1min56s52. O norte-americano Ryan Lochte ficou com o bronze ao fazer 1min56s53. Na quarta posição, Pereira cravou 1min58s14.

Mais do que ser o maior campeão olímpico da história - feito já conquistado em Pequim -, Phelps quer se tornar o recordista em uma única edição dos Jogos. Por enquanto, a marca pertence ao norte-americano Mark Spitz, que levou sete medalhas de ouro na Olimpíada de Munique, realizada em 1972.

Phelps ainda tem mais duas provas para disputar nos Jogos Olímpicos de Pequim. O nadador dos Estados Unidos voltará à piscina do Cubo D'Água para os 100 m borboleta e para o revezamento 4x100 m medley. Ele precisa vencer as duas para derrubar a última marca que lhe resta.

Phelps no total 12 medalhas olímpicas de ouro, seis delas conquistadas nos Jogos de Atenas-2004, quando também ganhou dois bronzes. Com o ouro de hoje, ele aumentou ainda mais sua vantagem sobre outras lendas dos Jogos.

Com nove ouros, quatro atletas estão cada vez mais atrás de Phelps. A ginasta Larissa Latynina, que competia pela União Soviética, o velocista norte-americano Carl Lewis, o fundista finlandês Paavo Nurmi e o nadador Mark Spitz, dos Estados Unidos, dividem o segundo posto.

Em Pequim, além dos 200 m medley, Phelps foi ouro no revezamento 4x200 m livre, 400 m medley, 200 m livre, 200 m borboleta e revezamento 4x100 m livre. Em todas as provas, o nadador dos Estados Unidos deixou a piscina do Cubo D'Água com novos recordes mundiais.

O jovem nadador já superou o compatriota no número de recordes mundiais batidos. Entre 1967 e 1972, Mark Spitz estabeleceu 23 marcas. Michael Phelps, 23 anos, já bateu 26 recordes mundiais. O nadador contabiliza 14 medalhas olímpicas, três a mais que o veterano.

Entre os homens, Phelps é superado apenas pelo ginasta soviético Nikolai Andrianov, que ganhou 15 medalhas (7 de ouro - 5 de prata - 3 de bronze) durante os Jogos de 1972, 1976 e 1980. O atleta dos Estados Unidos ainda é o maior medalhista olímpico da história da natação.

Phelps também é um dos dois atletas que mais conquistou medalhas em uma única edição dos Jogos. Na Olimpíada de Atenas, disputada em 2004, ele ganhou oito. O único a igualar o feito do norte-americano é o ginasta soviético Aleksandr Dityatin (3-4-1), em Moscou, no ano de 1980.

Olimpíada no Terra: ao vivo e exclusivo

O Terra transmite ao vivo e com exclusividade a competição em 13 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito. Na área Fanzone, o usuário pode ser o comentarista, gravar vídeos com sua câmera e compartilhá-los com a audiência do Terra. Envie vídeos, fotos e textos para os atletas e as equipes. Clique e participe. Clique e participe.

Siga os Jogos no celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone, blackberry e N95: www.terra.com.br/jogosolimpicos


Redação Terra