Pequim
 
Brasil
 

Pequim 2008

Sexta, 15 de agosto de 2008, 01h59 Atualizada às 03h59

Jade cai, chora e termina em 10º no individual

Jade sofre uma queda no salto sobre a mesa
Jade sofre uma queda no salto sobre a mesa
Marcelo Pereira/Terra

Julio Gomes Filho
Direto de Pequim

A ginasta brasileira Jade Barbosa terminou na 10ª posição na final do individual geral da ginástica artística dos Jogos Olímpicos de Pequim. A brasileira caiu no solo e no salto sobre a mesa e não conseguiu segurar o choro durante a prova.

Ao final, mais calma, Jade disse que ficou satisfeita com o resultado e que a sua colocação foi uma evolução da ginástica brasileira.

"Foi uma pena. Eu comecei bem, mas errei no solo. No salto, eu arrisquei tudo e acabei errando novamente", disse.

Apesar de ter começado bem nas barras assimétricas e na trave, a brasileira não repetiu a performance no solo e no salto sobre a mesa, quando sofreu duas quedas.

Depois das primeiras apresentações de Jade, o técnicos do time brasileiro Oleg Ostapenko e Iryna Ilyaschenko comemoraram muito a atuação dela com aplausos e abraços.

Jade volta a competir no domingo, na final do salto. No mesmo dia, acontecem as finais do solo. O Brasil compete com Daiane dos Santos e com Diego Hypólito, com chances de medalhas.

"Eu me sinto preparada para a final do salto. Já estou muito feliz de estar aqui e vamos ver o que vai acontecer", disse.

A colocação de Jade foi a melhor classificação brasileira na categoria na história das Olimpíadas. Em 2004, em Atenas, Daniele Hypólito terminou na 12ª posição, melhor resultado até então. A também brasileira Ana Cláudia Silva terminou na 22ª posição em Pequim.

Ana Cláudia disse que gostou da participação dela em Pequim. Na final por equipes, ela deixou de fazer um dos movimentos e acabou comprometendo o resultado final do Brasil.

"Para mim, aquilo lá foi roubado. Hoje eu fiz exatamente o mesmo movimento e não me tiraram nota. Preciso melhorar nas barras e no solo. Tenho muita esperança que a Daiane consiga uma medalha. Se ela fizer tudo certinho, acho que dá", disse.

Ouro

A prova foi vencida pela norte-americana Nastia Liukin. Ela superou a sua compatriota e favorita ao título Shawn Johnson.

Liukin alcançou 63.325 pontos na soma dos quatro aparelhos, contra 62.725 da segunda colocada e 62.650 da chinesa Yang Yilin, medalha de bronze.

A vitória da americana foi a primeira na ginástica, que vinha sendo dominada pela China. os chineses terminaram na primeira posição nas provas masculina e feminina por equipes e no individual geral masculino.

Esta foi a terceira vez que um país teve dois atletas nas primeiras posições no individual geral dos Jogos Olímpicos. Em 1960, as soviéticas Larissa Latynina e Sófia Muratova ficaram com o ouro e a prata. Em 2000, em Sydney, as romenas Simona Amanar e Maria Olaru ficaram nas duas primeiras posições.


Redação Terra