Pequim
 
Brasil
 

Pequim 2008

Sexta, 15 de agosto de 2008, 23h11 Atualizada às 00h33

Phelps vence por 1 centésimo e iguala Spitz

Phelps vibra após conquistar mais um ouro em Pequim
Phelps vibra após conquistar mais um ouro em Pequim
Getty Images

Julio Gomes Filho
Direto de Pequim

Michael Phelps conquistou sua sétima medalha de ouro nos Jogos de Pequim neste sábado. Ao vencer a prova dos 100 m borboleta com o tempo de 50s58, um centésimo mais rápido que o segundo colocado, o nadador norte-americano quebrou o recorde olímpico e igualou a marca histórica de Mark Spitz, que ganhou sete ouros na Olimpíada de 1972, em Munique.

Em uma chegada emocionante, o sérvio Milorad Cavic perdeu de Phelps na batida e ficou com a prata ao completar a prova em 50s59. O bronze terminou nas mãos do australiano Andrew Lauterstein, que alcançou a marca de 51s12.

O jovem nadador já superou o compatriota no número de recordes mundiais batidos. Entre 1967 e 1972, Mark Spitz estabeleceu 23 marcas. Michael Phelps, 23 anos, já bateu 26 recordes mundiais em sua ainda curta carreira. O nadador contabiliza 15 medalhas olímpicas, quatro a mais que o veterano.

O título de maior ganhador de medalhas de ouro em uma única edição dos Jogos é um dos poucos que falta a Michael Phelps, maior atleta olímpico da história, dono de 13 medalhas douradas. Além dos sete ouros conquistados em Pequim, ele ganhou seis nos Jogos de Atenas, disputados em 2004.

Com nove medalhas de ouro, quatro atletas estão cada vez mais atrás de Phelps. A ginasta Larissa Latynina, que competia pela União Soviética, o velocista norte-americano Carl Lewis, o fundista finlandês Paavo Nurmi e o nadador Mark Spitz, dos Estados Unidos, dividem o segundo posto.

Como ainda ganhou mais dois bronzes nos Jogos de Atenas, Michael Phelps totaliza 15 medalhas olímpicas. Desta forma, ele iguala o recordista Nikolai Andrianov. O ginasta que competia pela União Soviética ganhou sete ouros, cinco pratas e três bronzes durante os Jogos de 1972, 1976 e 1980.

Phelps também é um dos dois atletas que mais conquistou medalhas em uma única edição dos Jogos. Na Olimpíada de Atenas, ele ganhou oito. O único a igualar o feito do nadador norte-americano é o ginasta soviético Aleksandr Dityatin (3 de ouro - 4 de prata - 1 de bronze), nos Jogos disputados em Moscou, em 1980.

Em Pequim, Phelps não bateu o recorde mundial apenas nos 100m borboleta. Nas provas do revezamento 4x200 m livre, 400 m medley, 200 m livre, 200 m borboleta, 200 m medley e revezamento 4x100 m livre, o maior medalhista olímpico da história da natação deixou a piscina do Cubo D'Água com novos recordes mundiais.

Phelps ainda tem mais uma prova para disputar nos Jogos Olímpicos de Pequim. O nadador dos Estados Unidos voltará à piscina do Cubo D'Água às 23h58 (de Brasília) deste sábado para participar do revezamento 4x100 m medley ao lado da equipe norte-americana. Se conquistar mais uma medalha de ouro, o atleta finalmente supera o lendário Mark Spitz.

Olimpíada no Terra: ao vivo e exclusivo

O Terra transmite ao vivo e com exclusividade a competição em 13 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito. Na área Fanzone, o usuário pode ser o comentarista, gravar vídeos com sua câmera e compartilhá-los com a audiência do Terra. Envie vídeos, fotos e textos para os atletas e as equipes. Clique e participe. Clique e participe.

Siga os Jogos no celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone, blackberry e N95: www.terra.com.br/jogosolimpicos


Redação Terra