Pequim
 
Brasil
 

Pequim 2008

Sábado, 16 de agosto de 2008, 12h35 Atualizada às 13h26

Com torcida de Maradona, Argentina vence e enfrenta Brasil

Maradona foi a Xangai assistir Argentina vencer na prorrogação
Maradona foi a Xangai assistir Argentina vencer na prorrogação
AP

Com o ídolo Diego Armando Maradona na torcida, a Argentina enfrentou dificuldades durante os 90 minutos, mas venceu por 2 a 1 a Holanda na prorrogação, em Xangai, e se classificou às semifinais do torneio masculino de futebol dos Jogos Olímpicos de Pequim.

O adversário dos argentinos será o Brasil, garantindo assim um clássico sul-americano contra um de seus principais rivais na luta para conquistar o bicampeonato olímpico. O duelo acontece na próxima terça-feira, em Pequim.

Neste sábado, durante o jogo pelas quartas-de-final, os argentinos estiveram bem próximos de perder a classificação - o que só não aconteceu porque Royston Drenthe bateu para fora a chance que teve na cara do gol, já no final do tempo regulamentar. No entanto, os alvicelestes foram premiados com o gol marcado pelo lateral Angel di María, do Benfica, quase no intervalo da prorrogação.

Como era esperado, as duas seleções fizeram uma partida bastante equilibrada. No entanto, foi a Argentina quem saiu na frente, com gol de Lionel Messi aos 14min do primeiro tempo. Após receber lançamento, o jovem astro do Barcelona invadiu a área, driblou o goleiro Kenneth Vermeer e, com calma, bateu da esquerda para abrir o placar.

Os holandeses, porém, conseguiram o empate ainda antes do intervalo. Aos 35min, após jogada ensaiada na cobrança de falta, Drenthe lançou para a área. A bola desviou na defesa e sobrou para Otman Bakkal, que, mesmo em posição duvidosa, chutou e fez o 1 a 1. Os argentinos reclamaram impedimento, mas sem conseguirem comover a arbitragem.

Sérgio "Kun" Agüero, genro de Maradona, ainda chegou a ter a chance de colocar os comandados de Sérgio Batista em vantagem aos 2min do primeiro tempo da prorrogação, mas tocou para fora na saída de Vermeer.

Sem vantagem, os campeões do futebol em Atenas 2004 ainda perderam o goleiro Oscar Ustari, que sofreu uma contusão muscular sozinho ao proteger uma bola que saía pela linha de fundo aos 25min. Sérgio Romero entrou em seu lugar.

Os dois times ainda tiveram boas chances no tempo regulamentar, mas levaram a decisão para a prorrogação. Então, aos 14min do primeiro tempo extra, Messi deu um passe primoroso para Di María, que invadiu a área pela esquerda e tocou na saída de Vermeer, decretando a vitória da Argentina. Pior para a Holanda, que ainda pressionou nos 15 últimos minutos, mas deu adeus.

Agora, na terça-feira, os argentinos farão o clássico sul-americano contra o Brasil. Quem vencer, decide a medalha de ouro com o vencedor do duelo entre Bélgica e Nigéria, que fazem a outra semifinal em Xangai - no mesmo dia, mas às 7h (de Brasília).

Olimpíada no Terra: ao vivo e exclusivo

O Terra transmite ao vivo e com exclusividade a competição em 13 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito. Na área Fanzone, o usuário pode ser o comentarista, gravar vídeos com sua câmera e compartilhá-los com a audiência do Terra. Envie vídeos, fotos e textos para os atletas e as equipes. Clique e participe.

Siga os Jogos no celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone, blackberry e N95: www.terra.com.br/jogosolimpicos

Com informações da agência Gazeta Press.


Redação Terra