Pequim
 
Brasil
 

Pequim 2008

Domingo, 17 de agosto de 2008, 00h11 Atualizada às 15h30

No revezamento, Phelps ganha 8º ouro e bate Spitz

Equipe dos EUA exibe medalha de ouro no revezamento
Equipe dos EUA exibe medalha de ouro no revezamento
Getty Images

Direto de Pequim

Michael Phelps conquistou sua oitava medalha de ouro nos Jogos de Pequim neste domingo. Ao vencer a prova do revezamento 4x100 m medley ao lado da equipe norte-americana com o tempo de 3min29s34, novo recorde mundial, o nadador bateu a marca histórica de Mark Spitz, que ganhou sete ouros na Olimpíada de 1972, em Munique.

Michael Phelps foi o terceiro a nadar na equipe completada por Aaron Peirsol, Brendan Hansen e Jason Lezak. Ele entrou na água no terceiro lugar e saiu na liderança. Com Lezak como último nadador, os Estados Unidos venceram com folga.

A equipe australiana, que contava com o recordista mundial dos 50 m e 100 m livre, Eamon Sullivan, ficou com a medalha de prata ao completar a prova em 3min30s04. Os japoneses chegaram a liderar com Kosuke Kitajima, mas terminaram no terceiro lugar, com o tempo de 3min31s18.

Na China, Phelps já havia superado Spitz no número de recordes mundiais batidos. Entre 1967 e 1972, o veterano estabeleceu 23 marcas. Michael Phelps, 23 anos, já bateu 26 recordes mundiais em provas individuais. O nadador contabiliza 16 medalhas olímpicas, cinco a mais que o compatriota.

Dono de 14 ouros, Michael Phelps é o maior atleta olímpico da história. Além das oito medalhas douradas conquistadas em Pequim, ele ganhou seis nos Jogos de Atenas, disputados em 2004. Na Grécia, o atleta ainda levou dois bronzes.

Com nove medalhas de ouro, quatro atletas estão cada vez mais atrás de Phelps. A ginasta Larissa Latynina, que competia pela União Soviética, o velocista norte-americano Carl Lewis, o fundista finlandês Paavo Nurmi e o nadador Mark Spitz, dos Estados Unidos, dividem o segundo posto.

Com 16 medalhas olímpicas conquistadas em três edições dos Jogos, Phelps se torna o maior medalhista de toda a história entre os homens. Ao vencer o revezamento 4x100 m medley, ele bateu o ginasta soviético Nikolai Andrianov (7 ouros - 5 pratas - 3 bronzes). O nadador é superado apenas pela ginasta soviética Larissa Latynina, que ganhou 18 medalhas (9-5-4).

Ao lado de Phelps, o ginasta soviético Aleksandr Dityatin (3-4-1) é o atleta que mais ganhou medalhas em uma única edição dos Jogos. No entanto, o nadador norte-americano é o único que conseguiu ganhar oito medalhas em duas edições da Olimpíada (Atenas e Pequim).

Nos três revezamentos (4x200 m livre, 4x100 m medley e 4x100 m livre), a equipe norte-americana estabeleceu novos recordes mundiais. Sozinho, o maior medalhista olímpico da história da natação fez o mesmo nos 400 m medley, 200 m livre, 200 m borboleta e 200 m. Nos 100 m borboleta, ele bateu "apenas" a marca olímpica.

Desta forma, Phelps encerra sua trajetória brilhante nos Jogos de Pequim. Depois de corresponder às expectativas criadas pelo mundo, ele deixa a competição como o maior atleta da história olímpica. As poucas marcas que restaram, o nadador de 23 anos ainda tem muito tempo para derrubar.

Olimpíada no Terra: ao vivo e exclusivo

O Terra transmite ao vivo e com exclusividade a competição em 13 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito. Na área Fanzone, o usuário pode ser o comentarista, gravar vídeos com sua câmera e compartilhá-los com a audiência do Terra. Envie vídeos, fotos e textos para os atletas e as equipes. Clique e participe. Clique e participe.

Siga os Jogos no celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone, blackberry e N95: www.terra.com.br/jogosolimpicos


Redação Terra