Pequim
 
Brasil
 

Pequim 2008

Terça, 19 de agosto de 2008, 08h50 Atualizada às 11h49

Nigéria goleia Bélgica e pega Argentina na final

Nigéria goleou os belgas e voltou à final olímpica após 12 anos
Nigéria goleou os belgas e voltou à final olímpica após 12 anos
Reuters

Está definido o primeiro finalista do futebol masculino dos Jogos Olímpicos. Na manhã desta terça-feira, pelas semifinais, a Nigéria passou com facilidade sobre a Bélgica, goleou por 4 a 1, em Xangai, e agora enfrenta a Argentina, que venceu o clássico sul-americano contra Brasil por 3 a 0, disputa pela medalha de ouro da Olimpíada de Pequim.

A vitória nigeriana recoloca uma seleção africana na final dos Jogos. Nas últimas quatro Olimpíadas, o futebol do continente esteve em três finais. E, independente do adversário, os nigerianos têm motivos para ficarem confiantes. Afinal em Atlanta 1996, quando conquistaram a medalha de ouro, superaram brasileiros nas semifinais e argentinos na decisão.

O principal destaque da partida foi a atuação do atacante Chinedu Obasi - um dos quatro utilizados pelo ofensivo esquema tático do técnico Samsom Siasia. O camisa 7 balançou as redes duas vezes na goleada, ambas no segundo tempo. Além dele, o lateral Chibuzor Okonkwo também apareceu como elemento-surpresa nigeriano, criando a jogada do primeiro gol e marcando o quarto.

Com dois times bastante criativos em campo, coube à Nigéria tomar a melhor iniciativa e abrir o placar contra a Bélgica. Após cobrança de escanteio, Chibuzor Okonkwo bateu de fora da área aos 16min - a bola sobrou para Olubayo Adefemi, que aproveitou e concluiu da esquerda, cruzado, para fazer 1 a 0. Os belgas demoraram para sair de trás, e só foram ameaçar o gol de Ambruse Vanzenkin no final do primeiro tempo.

A melhor chance européia só apareceu no segundo tempo, aos 8min. Após boa recuperação de Sepp de Roover na linha de fundo, Faris Haroun recebeu o passe na área e bateu - Vanzenkin espalmou, e ainda viu a bola bater na trave. Porém, três minutos depois Victor Anichebe fez ótimo passe pela esquerda para Chinedu Obasi, que saiu atrás da marcação em posição duvidosa e bateu para o gol.

O resultado já estava garantido, mas os nigerianos ainda conseguiram sacramentá-lo ainda mais para se garantirem na decisão. Primeiro aos 28min, com o segundo gol de Obasi, que recebeu passe do capitão Victor Obinna e acertou uma bela pancada de fora da área. Depois aos 34min, com Okonkwo, em mais um chute de longe, desta vez após jogada trabalhada em escanteio.

Os belgas ainda diminuíram aos 43min, em cobrança de falta de Laurent Ciman. No entanto, já era tarde demais para evitar a classificação da Nigéria, que faz a final no sábado, à 1h (horário de Brasília), em Pequim. Os belgas, campeões nas Olimpíada de 1920, ainda tentam a consolação com a medalha de bronze, em jogo na sexta-feira, às 8h (de Brasília), em Xangai.

Olimpíada no Terra: ao vivo e exclusivo

O Terra transmite ao vivo e com exclusividade a competição em 13 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito. Na área Fanzone, o usuário pode ser o comentarista, gravar vídeos com sua câmera e compartilhá-los com a audiência do Terra. Envie vídeos, fotos e textos para os atletas e as equipes. Clique e participe.

Siga os Jogos no celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone, blackberry e N95: www.terra.com.br/jogosolimpicos

Com informações da agência Gazeta Press.


Redação Terra