Pequim
 
Brasil
 

Pequim 2008

Sábado, 23 de agosto de 2008, 02h56 Atualizada às 03h20

Argentina se vinga de nigerianos e conquista o bi

Aguero e Di Maria comemoram gol do título argentino
Aguero e Di Maria comemoram gol do título argentino
AP

Fabián Tetelboim
Direto de Pequim

A Argentina conquistou o bicampeonato olímpico na manhã deste sábado, nos Jogos de Pequim. Com a vitória por 1 a 0 sobre a Nigéria, acompanhada pelo astro Diego Armando Maradona no Ninho de Pássaro, a equipe sul-americana ainda se vinga dos africanos, que adiaram o sonho da primeira medalha dourada, em 1996.

Desta forma, a Argentina se iguala a União Soviética, Grã-Bretanha e Uruguai, donos de dois ouros. Com três títulos olímpicos, a Hungria segue em vantagem. Campeões em Atenas 2004, os argentinos repetem o feito dos húngaros, vencedores em 1964 e 1968. Do time atual, Mascherano é o único que estava na Grécia.

A Nigéria levou perigo logo no começo da decisão na China. Aos 11min de jogo, Okoronkwo avançou pela direita e chutou forte, com perigo. Aos 24min, Obinna bateu de canhota de fora da área e obrigou o goleiro Romero a fazer uma boa defesa.

O time africano perdeu duas grandes chances de marcar aos 34min. Odemwingie desceu pela esquerda e cruzou na área, mas ninguém completou. Em seguida, após nova bola cruzada, Isaac não conseguiu dominar dentro da pequena área.

Com dificuldades na partida, a seleção argentina respondeu apenas um minuto antes do final do tempo regulamentar, quando Monzón carregou pelo lado esquerdo e bateu no alto para difícil defesa do goleiro Ambruse Vanzekin.

Depois de sofrer no primeiro tempo, a Argentina voltou melhor para a disputa da etapa complementar, e abriu o marcador aos 12min. Angel Di Maria arrancou pela esquerda e tocou com muita categoria por cima do goleiro nigeriano para anotar um belo gol.

A Nigéria não sentiu o golpe e foi para o ataque em busca do empate. Aos 18min, Obbina bateu de dentro da área e Romero fez a defesa. No ataque seguinte, Odemwingie completou cruzamento rasteiro vindo da direita e Pareja colocou para escanteio.

Enquanto a equipe africana se lançava ao ataque, os argentinos apostavam no contra-golpe. Sete minutos antes do final, a Nigéria perdeu sua última chance de empatar com Anichebe, que bateu para mais uma defesa do goleiro Romero.

Olimpíada no Terra: ao vivo e exclusivo

O Terra transmite ao vivo e com exclusividade a competição em 13 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito. Na área Fanzone, o usuário pode ser o comentarista, gravar vídeos com sua câmera e compartilhá-los com a audiência do Terra. Envie vídeos, fotos e textos para os atletas e as equipes. Clique e participe. Clique e participe.

Siga os Jogos no celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone, blackberry e N95: www.terra.com.br/jogosolimpicos

Ficha Técnica

Nigéria 0 x 1 Argentina

Equipes

Ambruse Vanzekin
Chibuzor Okonkwo
Onyekachi Apam
Dele Adeleye
Peter Osaze Odemwingie
Isaac Promise
(Emmanuel Ekpo)
Sani Kaita
Victor Nsofor Obinna
Adefemi Olubayo
Solomon Okoronkwo
(Victor Anichebe)
Ajilore Oluwafemi

Sergio Romero
Pablo Zabaleta
Ezequiel Garay
Nicolas Pareja
Luciano Monzón
Fernando Gago
Javier Mascherano
Angel Di Maria
(Ever Banega)
Juan Riquelme
Lionel Messi
(Ezequiel Lavezzi)
Sergio Aguero
(José Sosa)


Técnico:
Samson Siasia

Técnico:
Sergio Batista

Gols

1ºT ------------- -------------
2ºT ------------- 12min - Angel Di Maria

Cartões amarelos

Onyekachi Apam
Victor Nsofor Obinna

Juan Riquelme
Luciano Monzón
Di Maria

Local

Estádio Nacional, em Pequim (China)

Árbitro:

Viktor Kassai (HUN)


Redação Terra