0

Polêmica com "garotos mimados" agita a França antes da final

19 out 2011
11h02

Na semana mais importante da história da seleção francesa de rúgbi, que se prepara para a final da Copa do Mundo contra a Nova Zelândia na madrugada de domingo, uma declaração do técnico Marc Lievremont acirrou os ânimos no vestiário da equipe.

» Veja blog especial do Mundial de Rúgbi

"Eu disse para eles que são um bando de garotos mimados. Indisciplinados, desobedientes e algumas vezes egoístas. Estão sempre reclamando. Tem sido assim nestes últimos quatro anos", disse Lievremont, depois de alguns de seus atletas saírem para beber após a vitória francesa sobre o País de Gales na semifinal do torneio.

Questionado sobre como se sentia ao ser chamado de "garoto mimado" pelo seu treinador, Lionel Nallet, 35 anos, foi sincero.

"Eu não gostei nem um pouco. Nós sabemos que essa semana já vai ser complicada o suficiente, então talvez não fosse necessário colocar mais essa pressão", afirmou a atleta logo depois da coletiva do técnico.

Já Maxime Mermoz minimizou o fato e ressaltou que o foco francês continua na final contra os All Blacks.

"A minha sensação é mista. Ele foi fiel em sua sinceridade, e ele quer nos colocar no pique para o jogo de domingo. Não vou entrar em detalhes, é muito pessoel e não vai mudar o meu humor para o jogo", disse o jogador de 25 anos.

Lievremont, conhecido pelas suas declarações polêmicas, se arrependeu da alcunha que deu para os seus comandados.

"Eu disse essas coisas para pressionar os atletas, para motivá-los. Mas quando li o que falei nos jornais, percebi que seria melhor se eu ficasse com a minha boca grande fechada", se desculpou o treinador.

Marc Lievremont chamou a seleção francesa de "bando de garotos mimados"
Marc Lievremont chamou a seleção francesa de "bando de garotos mimados"
Foto: Getty Images
Fonte: Terra
publicidade