0

"Louco para jogar", Dida chega à Portuguesa por recomeço

25 mai 2012
15h25
atualizado às 15h37
Allan Farina
Direto de São Paulo

Dois anos após deixar o Milan, o goleiro Dida voltou a vestir profissionalmente uma camisa de um clube de futebol nesta sexta-feira. O veterano arqueiro, 38 anos, foi apresentado pela Portuguesa, time em que jogará até o final do ano. O jogador tratou sua volta ao futebol brasileiro como um recomeço em sua carreira e aguarda para ter as melhores condições físicas.

» Veja o guia e saiba tudo sobre os times do Brasileiro 2012
» Veja opções de jogadores para o seu time repatriar no Brasileiro

"Está sendo um recomeço para mim. Estou encarando e vendo que vai ser difícil no começo. Dois anos é muito tempo. Quando um jogador se machuca fica fora no máximo por um ano. E eu estou há dois sem jogar", afirmou Dida, que explicou que se manteve em forma durante este tempo em sua academia.

"Vou treinar durante 15 a 20 dias para poder adquirir uma condição física boa. Sei das minhas reais condições", disse o goleiro, principal reforço da Portuguesa para o Campeonato Brasileiro. Ele vem para suprir a saída de Weverton, que deixou o Canindé para acertar com o Atlético-PR.

Tradicionalmente pouco expansivo, Dida exibiu sorrisos em sua apresentação, e se mostrou empolgado com o retorno. "Eu estou louco para jogar. Vai depender realmente da minha condição física. Estou esperando a adquirir a forma ideal o mais rápido possível para estar disponível para o treinador", explicou.

De acordo com Dida, a volta ao futebol brasileiro cumpre o desejo de encerrar a carreira no País. O goleiro, que atuou por Vitória, Cruzeiro e Corinthians, fez história com a camisa do Milan, e teve sua trajetória interrompida ao término de seu contrato com o clube italiano.

"Vai ser bom voltar depois de dez anos fora, sempre tive esse desejo de encerrar minha carreira aqui. Vai ser bom estar perto de tantos torcedores. Acredito que é bom voltar e ter esse contato humano com o torcedor brasileiro", explicou o veterano goleiro.

Fonte: Terra
publicidade