0

Vandinho e Gustavo são reintegrados na Portuguesa, mas devem sair

22 mai 2012
18h59
atualizado às 20h06

Afastados pela diretoria da Portuguesa no início de abril, os cinco jogadores "culpados" pela má fase no Campeonato Paulista já têm destinos praticamente selados. Entre esses nomes, apenas Maylson e Michael foram devidamente reintegrados e terão oportunidades de entrar em campo sob o comando do técnico Geninho.

» Veja o guia e saiba tudo sobre os times do Brasileiro 2012
» Veja opções de jogadores para o seu time repatriar no Brasileiro

Vandinho e Gustavo, no entanto, treinam com o restante dos companheiros, mas dificilmente terão oportunidades de defender a equipe no Campeonato Brasileiro da Série A. A ideia de Candinho, gerente de futebol do clube, é mantê-los em atividade à espera de propostas de outras equipes.

"Se amanhã aparece um clube que quer levá-los, visita o CT e nem vê treinando. Então eles estão com a gente aqui, com os empresários tentando colocar em outros clubes. Melhor ficarem aqui treinando do que marginalizados. Se amanhã aparecer uma oportunidade eles vão estar em forma", relatou o dirigente, consciente das situações dos atletas.

O meio-campista Maylson, emprestado pelo Grêmio até o final do ano, já foi titular no confronto de volta da Copa do Brasil, diante do Bahia, em Pituaçu e foi relacionado outra vez no sábado, quando a equipe estreou pelo Campeonato Brasileiro da Série A. O experiente Michael, também acusado de falta de comprometimento nos treinos, substituiu Boquita no empate diante do Palmeiras, sua partida de estreia.

"Fiquei sabendo que o Michael ficou afastado do time sem ter tido condições de jogo. Ele estava esperando o documento chegar da Ucrânia e simplesmente ficou afastado. Quando chegou a transferência eu falei 'vamos ver o que ele pode fazer'. Com o Maylson também, ninguém sabia explicar porque estava afastado", disse Candinho, que já chegou ao clube com os cinco afastados e buscou soluções para a situação.

Diego Souza é carta fora do baralho

O único dos cinco que não vestirá a camisa da Portuguesa e sequer comparecerá ao Canindé é o meio-campista Diego Souza, ex-jogador de clubes como Palmeiras e Verdy Tokyo-JAP, que chegou com status de camisa 10 e suposto responsável para ocupar a vaga de Marco Antônio.

"O Diego Souza pediu para ir embora, porque falta um mês e meio de contrato e a gente deixou à vontade", explicou Candinho, sem saber o futuro do meio-campista de 28 anos, que disputou sete partidas pela equipe e marcou um gol.

Vandinho voltou a treinar na Portuguesa, mas apenas para manter a forma e aguardar uma proposta de outro clube
Vandinho voltou a treinar na Portuguesa, mas apenas para manter a forma e aguardar uma proposta de outro clube
Foto: Fernando Borges / Terra
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade