2 eventos ao vivo

Relembre o drama de Derek Redmond na Olimpíada de 92

30 mar 2011
12h00

Derek Redmond não ganhou nenhuma medalha. Tampouco estabeleceu algum recorde olímpico nem quebrou uma marca mundial. No entanto, o nome deste atleta britânico ocupará para sempre um lugar destacado na memória dos Jogos por faver protagonizado um dos momentos mais emocionantes dos últimos tempos, ao cruzar a linha de chegada nas semifinais dos 400 m com muitas dores na perna.

As lesões foram uma constante na carreira de Redmond, que em Seúl 88, dois minutos antes do começo da rodada rpeliminar dos 400 m, foi obrigado a abandonar a prova. Precisou passar por cinco cirurgias, incluindo uma no tendão de Aquiles, e com apenas quatro meses de preparação, se apresentou nos Jogos Olímpicos de Barcelona 92.

No começo tudo ocorreu bem para o britânico, impondo o melhor tempo na primeira rodada e vencendo a prova nas quartas de final. Assim chegava às provas decisivas como um dos favoritos ao ouro.

Na largada das semifinais Redmond logo virou líder, mas faltando 150 metros para terminar, o músculo do tendão direito se rompeu e o britânico quase de joelhos no chão, imóvel pela dor. Dois assistentes rapidamente chegaram para auxiliá-lo, e foi ali que Redmond decidiu terminar a corrida, mancando.

O estádio olímpico se uniu em uma ovação ao atleta, que aos pulos tratavo de chegar à meta. "Não estava fazendo pelas pessoas", disse Redmond logo depois. "Estava fazendo por mim. Não importava se as pessoas pensavam que eu era um idiota ou um herói, eu queria terminar a corrida. Eu era o único que teria que viver com isso", completou.

Em lágrimas, sem poder esconder a dor, Derek tentava completar a prova e emocionava 65 mil pessoas que o ovacionavam no estádio e outros milhões que seguiam a competição pela TV.

Muito perto daquele local, o ator coadjuvante deste filme se preparava para entrar em cena. Jim Redmond, pai do corredor, o mesmo que acompanhou e apoiou a carreira do atleta desde o início, havia observado tudo o que havia acontecido em uma das tribunas. Assim como os outros, ficou mudo e se lamentou quando viu Derek despedindo-se novamente do sonho de ganhar uma medalha, mas rapidamente esqueceu-se disso e foi para pista.

"Aqui estou, filho", disse Jim a Derek, logo depois de furar o bloqueio de segurança que tentou impedi-lo. "Vamos terminar juntos", completou.

Faltando poucos metros antes do final, Jim deixou de sustendar Derek, que finalmente cruzou a linha de chegada e se reencontrou com os braços de seu pai. "Estou mais orgulhoso dele do que se tivesse ganhado uma medalha de ouro. É preciso muita coragem para fazer o que fez. Sou o pai mais orgulhoso neste momento", afirmou Jim.

Como resultado do prejuízo sofrido, Derek deixou de competir profissionalmente. No entanto, sua história seguirá sendo contada como um exemplo de valentia e superação.

Derek completa prova abraçado ao seu pai Jim Redmond
Derek completa prova abraçado ao seu pai Jim Redmond
Foto: AFP
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade