1 evento ao vivo

Cicinho enaltece trabalho de Claudinei, mas vê cobrança dificultar permanência

29 out 2013
18h46
atualizado às 18h54
  • separator
  • 0
  • comentários

O lateral direito Cicinho aumentou o coro do elenco santista pela permanência do técnico Claudinei Oliveira. O jogador disse que, apesar da possível procura do Comitê Gestor do clube por técnicos medalhões como Tite, Mano Menezes e Abel Braga, espera pela sequência do trabalho do treinador, mas acredita que uma possível não classificação para a próxima Copa Libertadores da América deve dificultar.

<p>Cicinho teve atuação discreta no clássico de domingo, mas foi mais um a defender a permanência de Claudinei para a próxima temporada</p>
Cicinho teve atuação discreta no clássico de domingo, mas foi mais um a defender a permanência de Claudinei para a próxima temporada
Foto: Ricardo Saibun / Gazeta Press

"Ele (Claudinei) está fazendo um bom trabalho. A permanência, infelizmente, não depende da gente, mas torcemos para que fique. O trabalho é bom, estamos em busca do G-4 e, enquanto tivermos chances, vamos brigar", disse camisa 4.

O Santos é o oitavo colocado no Campeonato Brasileiro, com 44 pontos, a oito do Atlético-PR, último entre os quatro classificados à próxima Libertadores. A equipe tem mais sete rodadas para descontar a diferença. O grupo dos quatro primeiros colocados, entretanto, ainda pode virar G-5 ou G-6, condicionado ao título de Grêmio, Goiás e Atlético-PR na Copa do Brasil.

"Futebol é resultado. Se conseguirmos o objetivo (a Libertadores), a chance é maior, mas não depende só de nós, ninguém sabe o que passa pela cabeça da diretoria. São todas pessoas competentes e vão tomar a melhor decisão possível", explicou.

O clube alvinegro abriu mão de manter um "técnico promessa" para a próxima temporada. Após ver a equipe empatar por 1 a 1 contra o Corinthians, no último domingo, em Araraquara, e se distanciar da próxima Libertadores, a diretoria santista irá solidificar, em reunião nesta semana, a estratégia para a contratação de um medalhão para o cargo em 2014. Tite, do Corinthians, além de Mano Menezes e Abel Braga, desempregados, são os principais nomes.

O projeto de contar com Tite, no entanto, é visto como complicado devido à concorrência. Os dirigentes tem informações de que o treinador do Corinthians pode assumir o Internacional no próximo ano e Mano, consequentemente, voltar ao rival. Abel, por sua vez, é considerado caro e, quando consultado, não se animou em assumir o clube já nesta temporada. O treinador só retorna aos trabalhos no próximo ano.

Claudinei Oliveira enfrenta pressão no cargo, então amenizada por um esboço de arrancada nas últimas três rodadas da competição. Já insatisfeita com a evolução da equipe com um técnico jovem, a diretoria rejeitou, recentemente, a oferta de Marquinhos Santos, demitido do Coritiba, por um agente e desistiu de monitorar Dado Cavalcanti, com quem conversou antes da efetivação de Claudinei, mas que também considera uma aposta. Com Cavalcanti, a diretoria chegou a falar sobre salários, mas o treinador optou por permanecer no Paraná.

Em entrevista recente, o treinador externou conversar com Zinho sobre o planejamento da equipe, mas que não participa momentaneamente da indicação de nomes e a busca por reforços.

Fonte: K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade