1 evento ao vivo
Logo do Santos
Foto: terra

Santos

De olho em Robinho, Muricy descarta troca por Felipe Anderson

13 nov 2012
05h00
atualizado às 08h57
  • separator
  • comentários

Com "boas expectativas" em relação à repatriação do atacante Robinho, reserva do Milan durante a temporada, o técnico Muricy Ramalho não considera a possibilidade de perder Felipe Anderson, possível moeda de troca no negócio envolvendo o time italiano e o Santos, que trata o "Rei das Pedaladas" como prioridade para 2013.

Ainda jovem, Felipe Anderson é uma das promessas do futebol brasileiro
Ainda jovem, Felipe Anderson é uma das promessas do futebol brasileiro
Foto: Guilherme Dionizio / Gazeta Press

» Veja como eram os astros do futebol mundial na infância

Apesar de taxar Robinho como um "nome pesado", o treinador santista não pretende perder Felipe Anderson. "Não discutimos essa possibilidade. Sabemos que o Felipe está valorizado por clubes de outros países, mas de troca nunca falamos. É só especulações, a verdade é essa, não há nada de concreto em relação a isso. Ele tem qualidades muito boas, mas é jovem e tem que evoluir no Santos", disse.

"Que vamos nos reforçar, isso vamos. Agora como vai ser feito é parte da diretoria. Com o Robinho são conversas longas, não é fácil, mas é um nome muito interessante", admite Muricy, que indicou o jogador do Milan em uma lista que ainda compreende Diego Souza, em litígio com o Al Ittihad, da Arábia Saudita, Nenê, Pablo Aimar e Diego, campeão brasileiro pelo Santos em 2002. Entre esses nomes, apenas o último está descartado pela dificuldade em negociar com os alemães do Wolfsburg.

Outro jogador indicado por Muricy à comissão técnica do Santos foi Lucas Mugni, meio-campista de 20 anos de idade do Colón de Santa Fé, da Argentina. O único empecilho da negociação é o interesse justamente do Milan, que tem olheiros no futebol argentino e já busca o jogador para a sequência do Campeonato Italiano. A manifestação dos italianos fizeram com que a equipe santista desistisse da contratação.

"Tem um jogador que me chama a atenção, jogou nesse Superclássico das Américas contra o Brasil, é o 10 do Colón (Mugni). Só que tem o problema de ter 20 anos, aí vai bem uma vez, o mundo inteiro quer. A gente esqueceu esse jogador, porque o Milan tem interesse. É um jogador não vai durar até o final do ano no continente, pelo que a gente imagina", encerra Muricy, que tem o zagueiro Neto, ex-Guarani, como seu único reforço para a próxima temporada.

Baixe gratuitamente o aplicativo Sigo meu Time e acompanhe seu time do coração

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade