0

Fama de "cai-cai" volta a atormentar, e Neymar reclama de perseguição

15 jun 2011
23h52
Dassler Marques
Direto de Montevidéu (Uruguai)

Neymar entrou em campo no Estádio Centenário na noite desta quarta-feira extremamente visado não só pelos marcadores do Peñarol, adversário na final da Copa Libertadores, mas também pelo árbitro Carlos Amarilla. Ciente da fama de "cai-cai" do brasileiro, o paraguaio se mostrou rigoroso com as marcações nas jogadas envolvendo o atacante, que teria sido até ameaçado de expulsão.

Amarilla já havia mostrado rigor para com Neymar durante amistoso da Seleção Brasileira contra a Holanda em Goiânia, em 4 de junho. Deu cartão amarelo ao jogador por tentar cavar uma falta no empate por 0 a 0. Em Montevidéu, voltou a adverti-lo no primeiro tempo, quando o jogador foi acertado pelo braço de seu marcador em sua região pélvica ao tentar drible. O árbitro considerou encenação, o que teria causado irritação.

"Estou sendo ameaçado, ele (Amarilla) já falou três vezes. Estou até com medo, estou preocupado com isso. Estou tentando não simular nada", disse à Rede Globo, no intervalo do confronto. O técnico Muricy Ramalho se mostrou incomodado com a situação. "O Neymar vai acabar caindo, ele é muito leve. Esse é o jeito que o Neymar joga. E ele vai acabar expulsando", criticou o treinador.

A despeito da situação do santista, Amarilla conduziu a primeira partida da final da Copa Libertadores deixando o jogo correr, com poucas faltas. Neymar, por sua vez, mostrou estar ciente de sua condição de jogador mais importante do time brasileiro. Vaiado a cada toque na bola pela torcida uruguaia, criou as principais jogadas santistas.

Já no segundo tempo, provocou o cartão amarelo recebido por Alejandro González, aos 30min. Neymar ficou com a sobra após corte da zaga do Santos e esperou o bote do rival para dar um chapéu. Foi agarrado e puxado pela camisa. Com a substituição de Elano por Alan Patrick, terminou o jogo como capitão do time - e sem ser expulso.

Neymar levou cartão amarelo em lance considerado encenação por Amarilla
Neymar levou cartão amarelo em lance considerado encenação por Amarilla
Foto: AP
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade