publicidade
30 de dezembro de 2012 • 12h07 • atualizado às 16h42

Felipe Anderson diz que pode ser 10 do Santos: fiquem tranquilos

Felipe Anderson teve bom desempenho na temporada 2012
Foto: Ivan Storti/Santos FC / Divulgação
 

As vaias, a desconfiança por parte dos torcedores santistas e as críticas do técnico Muricy Ramalho parecem já fazer parte do passado do meia Felipe Anderson, de apenas 19 anos. Após boas atuações no fim da temporada e elogios, o jogador mostra confiança e espera assumir papel de protagonismo na equipe em 2013.

Em meio a ausência da chegada de importantes reforços para a próxima temporada, o jogador garante: se os tão esperados “nomes de peso“ (Montillo, Robinho e Nenê) não chegarem na Vila Belmiro, ele dará conta do recado e poderá vestir a “pesada” camisa 10 alvinegra.

De fato, aos poucos, após ter a árdua missão de substituir Paulo Henrique Ganso, o jogador vem dando indícios que pode, enfim, deslanchar e cair nas graças dos torcedores. Prova das boas atuações é que o jovem meia despertou o interesse do Milan, da Itália, e é visto como uma das apostas da Seleção Brasileira para a disputa do Sul-Americano Sub-20, em janeiro.

A seguir Felipe Anderson fala da sua evolução na equipe desde 2010, quando subiu aos profissionais, sob o comando do técnico Dorival Júnior, traça planos para o próximo ano e espera roubar a cena na equipe em 2013. Confira:

Superou a desconfiança? Chegou a hora de brilhar?
Felipe Anderson: Chegou o meu momento, eu esperava ter estourado antes, ajudar o Santos no Brasileiro, mas é complicado. Saí do juvenil e já fui para o profissional, estou me adaptando e me acostumando aos poucos.

Teme perder espaço na equipe na próxima temporada?
Felipe Anderson: A chegada de novos jogadores é importante demais, o time precisa. Estou tranquilo, sou um dos que mais atuou pelo Santos em 2013 e sei que tenho condições de permanecer na equipe titular.

Caso os reforços não cheguem, você dará conta do recado?
Felipe Anderson: A torcida pode ficar tranquila, tenho condições de chamar a responsabilidade. Aprendi muito esse ano, fiz gols, assistências e creio que ano que vem não será diferente. Estarei focado em ajudar a equipe a conquistar ainda mais títulos.

Você disputou 54 jogos pelo Santos. Foi seu melhor ano?
Felipe Anderson: Com certeza. Nesse últimos meses pude viver o meu melhor momento como profissional. Me sinto muito mais confiante nas partidas, disposto a ajudar ainda mais.

O que mudou em relação ao “antigo” Felipe Anderson?
Felipe Anderson: Acho que as vaias que recebi na Vila Belmiro foram importantes para eu melhorar. Aquilo mexeu muito comigo, coloquei na cabeça que mudaria isso, que tenho qualidade. Hoje passo pela rua e o pessoal me dá apoio, sinto o carinho do torcedor. Eu optei por seguir trabalhando e graças a Deus está dando tudo certo na minha carreira.

E o técnico Muricy Ramalho? Parou de pegar no seu pé?
Felipe Anderson: Sempre que eu erro ele ainda fala, briga, não tem jeito de escapar (risos). No entanto, ele viu que assimilei bem as críticas, foquei no que ele vinha pedindo, como entrar na área, participar mais do jogo...

Entregou o bastão para o Victor Andrade, então?
Felipe Anderson: O Muricy não cobra por mal. Ele é experiente, sabe muito de futebol, foi campeão em vários lugares, sabe o que está falando. Ele não está cobrando por mal, sabe que o Victor tem muito a render, sabe que tem qualidade. É só chegar no treino, trabalhar direitinho...

Mesmo pegando no seu pé, ele não quer sua ida ao Milan.
Felipe Anderson: É bom receber esse carinho. Posso dizer que não chegou nada de concreto do Milan. Esse interesse não tira o meu sono, estou focado, não posso ficar pensando em possibilidades, quero ajudar o Santos e seja o que Deus quiser.

Você é tido como uma das apostas para o Sul-Americano Sub-20, como encara essa confiança?
Felipe Anderson: É uma grande felicidade na minha vida, sonhava em participar do Sul-Americano, é a prova de que o meu trabalho está dando certo. Vamos com humildade, trabalhar forte nessa preparação, brilhar no campeonato e levar esse título para o Brasil. Sei que posso ajudar muito essa camisa canarinha.

Vai chamar a atenção, assim como o Neymar, em 2011?
Felipe Anderson: O primeiro passo já foi dado, fui convocado e agora vou brigar para ser titular. Se sobrar a camisa 10 e puder chamar a atenção, vai ser ótimo, mas não ligo muito para isso. O importante é estar jogando e representar o Santos e a Seleção Brasileira da melhor forma possível.

O que pode prometer para o torcedor santista para 2013?
Felipe Anderson: Eles podem confiar em mim, evolui bastante, prometo que 2013 será ainda melhor, aprendi muito com os erros. Estou preparado para trazer muitas alegrias para o Santos.

Baixe gratuitamente o aplicativo Sigo meu Time e acompanhe seu time do coração

Lancepress!