1 evento ao vivo

Felipe Anderson esquece Lazio e admite luta para recuperar espaço

20 mar 2013
20h04

Titular do Santos durante a maior parte do último Campeonato Brasileiro, o meia Felipe Anderson esteve perto de partir para o futebol europeu, no começo deste ano. No final da janela de transferências para o Velho Continente, a Lazio quase o contratou. Pequenos detalhes impediram a sua saída da Vila Belmiro. Mas as negociações frustradas com a equipe italiana não afetaram o jogador.

Segundo o jovem meio-campista, o fato de as tratativas com a Lazio terem quase sido finalizadas em nada alterou o seu desejo de se firmar com a camisa do Peixe. "Fiquei sabendo quando as conversas estavam em andamento, que quase aconteceu. Mas peço para o pessoal que trabalha comigo não me passar nada, para eu continuar focado no Santos. Sou tranquilo, não penso em algo que pode não acontecer. Não fico pensando antes, ou porque não deu certo. Ainda tenho muita coisa para fazer aqui. Quero conquistar o meu espaço, aos poucos. Vou deixar para pensar nisso (transferência) mais para frente", disse.

Por outro lado, Felipe Anderson, que no fim do último ano também havia sido sondado pelo Milan, sabe que perdeu espaço com a chegada de Montillo ao clube praiano. O argentino é a contratação mais cara da história santista: foram pagos 6 milhões de euros (R$ 16 milhões) ao Cruzeiro para contratar o meia argentino de foram definitiva.

Sem se intimidar com essa situação, o meia prometeu empenho para provar ao técnico Muricy Ramalho que pode conquistar novamente uma vaga entre os titulares do Santos.

Com Montillo na seleção argentina - para as partidas contra a Venezuela, sexta-feira, em Buenos Aires, e Bolívia, quatro dias depois, em La Paz, pelas Eliminatórias Sul-americanas -, Felipe Anderson terá a chance de atuar contra o Mirassol, na próxima quinta, na Vila Belmiro, e provavelmente também no clássico com o Palmeiras, marcado para domingo, no Pacaembu.

"Quando eu fui para a Seleção (sub-20, para a disputa do Campeonato Sul-americano da categoria, em janeiro), eu sabia que voltaria depois da pré-temporada e que eu chegaria com o espaço ‘meio’ perdido. Mas o Muricy sabe que pode contar comigo. Não me sinto injustiçado e vou trabalhar forte para mostrar o meu valor", concluiu o jogador.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade