0

Giva é confirmado por Muricy, e treinador pede paciência

23 fev 2013
19h52
atualizado às 20h11
  • separator
  • 0
  • comentários

O atacante Giva, de 20 anos de idade, irá fazer a sua estreia no time principal do Santos diante do XV de Piracicaba, no próximo domingo, a partir das 18h30 (horário de Brasília), na Vila Belmiro. Por essa razão, o técnico Muricy Ramalho pediu tranquilidade aos torcedores que comparecerem ao estádio, com o jogador, recém-promovido das categorias de base do clube praiano, após se sagrar campeão da última Copa São Paulo de Juniores.

<p>Muricy Ramalho ir&aacute; promover novato ao time do Santos</p>
Muricy Ramalho irá promover novato ao time do Santos
Foto: Ricardo Saibun/Santos / Divulgação

"Ele foi bem na Copinha, é um jogador que tem presença de área, faz gols e que se movimenta bastante. Mas precisamos ter calma com o Giva. É uma estreia e, com um atleta tão jovem, é preciso ter mais paciência. É tudo novo para ele, diferente", afirmou Muricy, procurando retirar a pressão sobre o avante, que irá formar o ataque santista ao lado de André, contra o Nhô Quim - Neymar, expulso na derrota para a Ponte Preta, cumpre suspensão automática.

"Às vezes, ele pode surpreender no primeiro jogo. Só que é como eu disse: precisamos ter paciência com o Giva e apoiar o menino. É muito diferente atuar nos Juniores e subir para o profissional. A pressão é muito maior, sem comparação", comentou.

Muricy Ramalho destacou ainda que, para colocar o atacante em forma, após um breve período de férias concedido depois da Copa São Paulo, um cronograma especial foi preparado pela comissão técnica alvinegra.

O treinador espera que o tempo de treinamentos tenha sido suficiente para Giva atingir o seu melhor condicionamento físico. "O Giva voltou de férias e foi necessário que elaborássemos uma pré-temporada só para ele. Vamos ver como ele se comporta. O Giva é uma esperança nossa. Aqui no Santos, é normal dar chance aos (garotos) da casa para, como sempre aconteceu na história do clube, conseguir relevar alguém", encerrou.

A opção por Giva foi uma alternativa encontrada pelo técnico do Santos que, mesmo sem Neymar, que está suspenso, e o argentino Miralles, que se recupera de um edema na coxa esquerda, preferiu abandonar o esquema tático 4-5-1, utilizado no revés para a Macaca. A equipe vai alinhar no 4-4-2 diante do XV.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade