publicidade
19 de maio de 2013 • 18h53 • atualizado às 20h57

Neymar banca permanência: "Não foi meu último jogo no Santos"

 

Após o empate com o Corinthians, na tarde deste domingo, na Vila Belmiro, que deu o título paulista para o Timão, o atacante Neymar falou sobre a sua situação no Santos. Irritado, o camisa 11 do Peixe negou, mesmo com os rumores de que Barcelona e Real Madrid, ambos da Espanha, brigam pelo seu futebol, que a decisão do Estadual tenha sido a sua última apresentação pela equipe praiana.

"Não foi meu último jogo pelo Santos. Já falei isso mais de mil vezes. Mas se eu falar que vou sair ou vou ficar, não adianta nada. Vão botar várias coisas (na mídia). É assim mesmo", disse Neymar, na saída do gramado da Vila.

A Joia foi questionada se esse discurso poderia mudar durante a semana. Mais uma vez, Neymar disparou contra a imprensa. "Estou feliz aqui, já falei isso para vocês (jornalistas). Mas parece que estão sabendo de tudo, mais do que eu", comentou.

O craque santista tem contrato até julho de 2014 com o time alvinegro e, caso não siga para o futebol europeu na metade deste ano, poderá assinar um pré-acordo com qualquer agremiação, em janeiro do próximo ano.

O pai do atacante, Neymar da Silva Santos, está endurecendo as negociações com os europeus, enquanto a diretoria do Santos abriu conversas com catalães e merengues, porém, ainda sem um acerto com nenhum dos dois clubes espanhóis. O Peixe deseja receber um ressarcimento financeiro pela saída do seu principal jogador.

Indagado sobre o posicionamento de seu pai, Neymar encerrou o assunto, antes de seguir para os vestiários: "Se o meu pai falou, está falado", resumiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva