0

Neymar: documento mostra que Santos e Barcelona driblaram a DIS

11 jul 2013
09h04
atualizado às 10h18
  • separator
  • 0
  • comentários

A ata da reunião do Conselho Deliberativo do Santos, realizada há duas semanas, mostra que o valor pago pelo Barcelona na transferência de Neymar é de 17,1 milhões de euros (cerca de R$ 49,6 milhões) à vista. O documento foi divulgado pela Rádio Globo.

<p>Clube alvinegro tentou renovar o contrato com o craque&nbsp;em quatro oportunidades, mas o pai dele pediu 100 milh&otilde;es de euros</p>
Clube alvinegro tentou renovar o contrato com o craque em quatro oportunidades, mas o pai dele pediu 100 milhões de euros
Foto: AFP

Como o time alvinegro detinha 55% dos direitos econômicos do jogador, ficou com R$ 27 milhões (5% deste valor foram destinados a pagar dívidas com Marcelo Teixeira, ex-presidente do clube, e 10% a dívidas com uma instituição financeira). O restante dos quase R$ 23 milhões ficou com a DIS, braço esportivo do Grupo Sonda, que detinha 40%, além da Teisa, grupo de investidores ligados ao Santos, dona de 5%.

A ata também diz que o time alvinegro “receberá cerca de R$ 40 milhões”, contando os amistosos (dia 2 de agosto no Camp Nou e outro no Brasil, sem data definida), além da preferência na compra de três jogadores alvinegros. No encontro, a diretoria do Santos divulgou outros pontos da longa negociação com Neymar, que ganhava R$ 440 mil de salários.

O clube alvinegro tentou renovar o contrato com o craque em quatro oportunidades, mas o pai dele pediu 100 milhões de euros (cerca de R$ 290 milhões) para isso. Ainda segundo o documento, o Comitê de Gestão "teve de “engolir muito sapo"”. O técnico Pep Guardiola fez lobby para o atacante ir para o Bayern de Munique em vez do Barcelona, e o Real Madrid também fez proposta. Na mesma reunião, Odílio Rodrigues, vice alvinegro, admitiu que se reuniu com Sandro Rosell, presidente do Barcelona.

Santos e DIS brigam na Justiça

A DIS entrou com uma ação na Justiça de São Paulo, dia 18 de junho, contra o Santos e Neymar. A empresa, que detinha 40% dos direitos do atacante, busca receber 8,1 milhões de euros (cerca de R$ 24,1 milhões).

Ontem, o juiz no processo de execução concedeu à empresa um prazo de dez dias para que confirme se recebeu ou não a quantia. Caso o pagamento não tenha sido feito, o clube será executado.

A desconfiança da DIS aumentou quando o vice-presidente do Barcelona, Josep María Bartomeu, informou, em entrevista, que foram gastos 57 milhões de euros, cerca de R$ 160 milhões, na operação envolvendo a transferência de Neymar. Do total, 10 milhões de euros (cerca de R$ 27,7 milhões) teriam sidos adiantados ao próprio jogador, em novembro de 2011.

As três preferências

Os três jogadores do Santos que o Barcelona tem a preferência de compra são os atacantes Gabriel, Giva e Victor Andrade. O clube brasileiro fez essa negociação para "dar um “chapéu"” na DIS, que tinha 40% dos direitos econômicos de Neymar.

Em vez de pagar o valor total da transferência, o Barça firmou outro negócio com o clube alvinegro, envolvendo apenas a preferência pelos três garotos. Desta forma, não haveria participação da DIS neste segundo acerto. Gabriel e Victor Andrade, formados na base, têm multas rescisórias de 50 milhões de euros (cerca de R$ 140 milhões). Giva chegou ao Santos em 2012.

 

Fonte: Lancepress! Lancepress!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade