4 eventos ao vivo

Odílio confia em recuperação de Luis Álvaro e permanência de Muricy

4 mar 2013
08h04
atualizado às 11h02
  • separator
  • 0
  • comentários

Internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein desde a última sexta-feira, o presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, acompanhou de longe o empate sem gols de sua equipe diante do Corinthians, no último domingo. No exercício interino de suas funções, o vice Odílio Rodrigues atualizou o quadro clínico do principal dirigente santista.

<p>Presidente do Santos est&aacute; internado em S&atilde;o Paulo</p>
Presidente do Santos está internado em São Paulo
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Dez anos depois de ter um infarto e quatro paradas cardíacas antes mesmo de ser presidente do Santos, Luis Álvaro ficou dois meses afastado do clube por recomendações médicas. Responsável por se reunir e fechar as contratações de jogadores como Montillo e Marcos Assunção por conta da licença do presidente, Odílio, que é médico, torce por sua pronta recuperação.

"Ele fez um procedimento invasivo, que foi um cateterismo, na última semana. Como é um paciente cardiopata, vai permanecer em repouso mais um ou dois dias. Mas o Luis Álvaro é uma grande liderança do Santos, é muito forte e vai se recuperar", declarou Odílio, à TV Gazeta.

&amp;lt;a data-cke-saved-href="http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/selecoes-estaduais/iframe.htm" href="http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/selecoes-estaduais/iframe.htm"&amp;gt;veja o infogr&aacute;fico&amp;lt;/a&amp;gt;

Questionado a respeito das críticas da torcida ao trabalho do técnico Muricy Ramalho, Odílio afirma que nem considera a possibilidade de mudar o comando do Santos em 2013. Em quarto lugar no Campeonato Paulista, a equipe terá apenas essa competição para disputar até abril, quando finalmente estreia na Copa do Brasil.

"É uma prática comum no futebol brasileiro: quando passa a não ter resultados, o torcedor se revolta contra jogador e técnico. Mas o Muricy não tem que provar nada, é um técnico maravilhoso", disse o presidente em exercício, descartando uma crise interna pelo nome do treinador. "O Comitê de Gestão também gosta do trabalho dele".

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade