0

Pepe e Clodoaldo velam corpo de Zito: "Estará sempre na memória"

15 jun 2015
12h32
atualizado às 12h48
  • separator
  • comentários

O velório do ex-jogador Zito, que morreu no último domingo a noite após complicações de saúde, aos 82 anos, teve a presença de grande parte dos amigos e companheiros nos tempos de Santos, nesta segunda pela manhã. Jogadores do Peixe na década de 1960, Pepe e Clodoaldo falaram sobre a relação com o ídolo santista, que foi bicampeão com a Seleção Brasileira e com o Santos.

Companheiro de ataque de Pelé e Coutinho, Pepe também integrava o time titular do Santos no qual estava Zito. À ESPN Brasil, o ex-jogador lamentou a perda e relembrou o apelido que lhe foi dado pelo volante. "Na época da Copa de 62 aconteciam muitos eventos nos quais queriam a presença dos campeões do Santos: eu, Zito e Pelé. Ele (Zito) sempre queria ir comigo aos eventos, me chamava de ‘pouca pena’, pela ausência de cabelo", recordou. "O Santos está de luto. Que nosso capitão descanse em paz, era um homem bom e merece", completou.

Auxiliar pontual da Seleção Brasileira nos dois últimos amistosos antes da Copa América, contra México e Honduras, o ex-jogador Clodoaldo também prestou suas homenagens na baixada santista, nesta segunda. "Foi um exemplo de homem, de pai de família, de amigo. Tenho muita coisa que aprendi com Zito no início da minha carreira, essa questão de comandar, de ser direto com o outro", falou. "Nós perdemos um grande líder, estará sempre na memória", disse o companheiro de posição de Zito nos tempos de Santos, em entrevista ao SporTV.

Após o corpo ser velado no Memorial Necrópole Ecumênico do Marapé, será encaminhado a Vila Belmiro, onde receberá as homenagens do Santos. Passada a solenidade, o caixão de Zito será encaminhado a Roseira (SP), cidade na região do Vale do Ribeira, terra natal do ex-atleta, para ser enterrado no jazigo familiar.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade