PUBLICIDADE

Quem cede? Tempo de contrato trava renovação de R. Oliveira

8 abr 2015 07h00
| atualizado às 07h38
ver comentários
Publicidade

A renovação de contrato do centroavante Ricardo Oliveira, artilheiro do Santos na temporada com sete gols, ainda emperra com uma divergência em sua duração. O Terra apurou que o jogador e seu estafe batem o pé por um vínculo até dezembro de 2017, enquanto o clube resiste e quer até 2016. Uma reunião nesta quarta-feira pode selar o acordo.

Ricardo Oliveira está valorizado pelos sete gols até então no ano
Ricardo Oliveira está valorizado pelos sete gols até então no ano
Foto: Ricardo Saibun / Divulgação Santos FC

O encontro terá a presença de Augusto Castro, empresário do jogador. O agente Luiz Taveira, responsável por sua vinda, era quem centralizava as tratativas até então.

Oliveira está próximo de completar 35 anos e teria 37 ao fim do vínculo que planeja. O jogador diz constantemente sequer pensar em aposentadoria, mesmo com as lesões de joelho ao longo da carreira.

A decisão sobre a sua permanência poderia ter sido decidida na segunda, mas o encontro acabou adiado.

Paulista: veja os bastidores de Corinthians 1 x 1 Santos:

A cúpula santista já subiu sua oferta para renovar. A proposta passou de R$ 80 mil para R$ 150 mil mensais de salário, com bônus por produtividade, podendo aumentar os ganhos. A condição ainda é discutida.

Oliveira disse antes do empate com o Corinthians, no último domingo, que nada mais precisava provar aos dirigentes do clube, alegando que já passou pela fase de testes para permanecer, e que o acordo poderia acontecer antes mesmo do confronto.

O camisa 9 aceitou um contrato de risco até maio para voltar, com um salário de R$ 40 mil mensais, mas agora deseja a readequação para um novo patamar salarial fixo, pago aos principais nomes do elenco.

Fonte: K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME
Publicidade
Publicidade