publicidade
25 de janeiro de 2013 • 12h00 • atualizado em 04 de Dezembro de 2013 às 08h32

Santos domina Goiás e é campeão da Copa SP após 28 anos de jejum

Após encerrar jejum, jogadores do Santos comemoram a conquista do bicampeonato da Copa São Paulo
Foto: Fernando Borges / Terra
  • Direto de São Paulo
 

O Santos coroou a boa campanha na Copa São Paulo de 2013 conquistando o título da competição nesta sexta-feira, data do aniversário da cidade de São Paulo. Com boa atuação das jovens revelações Neilton e Giva, a equipe santista venceu o Goiás, por 3 a 1, e conquistou o bicampeonato da competição de juniores após 28 anos de jejum - o primeiro título alvinegro foi em 1984. Muito superior na primeira etapa, o time paulista abriu dois gols de vantagem e ainda teve que superar dois sustos no início do segundo tempo para, enfim, levantar a taça novamente.

» Veja como foi Santos 3 x 1 Goiás

Os comandados do treinador Claudinei de Oliveira começaram a partida sufocando a equipe do Goiás. Empurrado por mais de 25 mil pessoas e com Neymar na torcida, o Santos dominou todo o primeiro tempo. Além de ter muito mais posse de bola, a equipe alvinegra criou quase todos os lances de gol. O nervosismo, porém, fazia os jogadores cometerem erros de fundamentos e não conseguirem abrir o placar.

Com forte marcação no campo ofensivo, o Santos desperdiçou boas chances de inaugurar o marcador nos primeiros minutos do jogo. Mas aos 35min, a defesa do Goiás cometeu o primeiro erro grave. Após roubar a bola da defesa, o lateral esquerdo Emerson Palmieri, um dos que deve ser promovido ao time profissional santista, fez jogada individual e foi derrunado dentro da área. Na cobrança, Pedro Castro bateu forte e superou o goleiro Paulo Henrique, que havia defendido quatro pênaltis na semifinal diante do Bahia.

O segundo gol não demorou a sair. Felipe errou na saída de bola do Goiás e perdeu a divida para Léo Citadini. Neilton pegou a sobra e arrancou em contra-ataque. O atacante invadiu a área e apenas tocou por cima de Paulo Henrique: 2 a 0, aos 38min da primeira etapa.

Apesar do domínio no primeiro tempo, a segunda etapa começou com muito sufoco para os santistas. Nos primeiros minutos o Goiás acordou e diminuiu com Arthur, que havia acabado de entrar. Aos 3min, o jogador da equipe esmeraldina recebeu na entrada da grande área, ajeitou pela direita e chutou cruzado sem dar chance para Gabriel Gasparotto. Com o gol, o Santos se perdeu em campo.

Três minutos mais tarde,  a situação ficou ainda pior e o time goiano teve a chance de empatar a partida. Em lance estabanado, o zagueiro Wallace derrubou Erik na grande área e o árbitro marcou pênalti. Contudo, Liniker chutou forte no canto direito de Gabriel Gasparotto, e a bola triscou a trave pelo lado de fora: banho de água fria nos goianos.

Após superar os sustos, o time santista conseguiu voltar a criar chances e dominou a partida. O terceiro gol saiu aos 18min do segundo tempo. O atacante Giva, um dos principais destaques do time na campanha da Copa São Paulo 2013, fez bela tabela com Neilton, invadiu a grande área e não deu chances ao goleiro Paulo Henrique: 3 a 1, e título garantido.

Após ampliar a vantagem, foi a vez do Santos recuar. Erik e Paulo deram trabalho para Gabriel Gasparotto, que teve que praticar algumas defesas. Mas depois de oportunidades desperdiçadas pelo Goiás, a partida voltou ao normal para o time alvinegro. Com o jogo e o adversário sob controle, os jogadores santistas cadenciaram o jogo, esperando o tempo passar até o apito final. De um camarote no Pacaembu, Neymar curtiu toda a festa dos jovens talentos santistas. Nos minutos finais da partida, o principal jogador da equipe profissional desceu ao gramado para participar da festa alvinegra.

Ficha técnica

SANTOS 3 X 1 GOIÁS

Gols
SANTOS:
Pedro Castro, aos 35min do 1º tempo; Neilton, aos 38min do 1º tempo, e Giva aos 17min do 2º tempo

GOIÁS:
Arthur, aos 3min do 2º tempo
 
SANTOS: Gabriel Gasparotto; Alison, Walace, Jubal e Emerson; Lucas Otávio, Leandrinho, Pedro Castro e Léo Cittadini (Paulo Ricardo); Neilton (Lucas Crispin) e Giva (Diego Cardozo).
Treinador: Claudinei Oliveira
 
GOIÁS: Paulo Henrique, Péricles, Felipe, Allef (Arthur), Mário Sérgio, Túlio, Rodrigo, Liniker e Jarlan (Murilo); Paulo (Caio) e Erik. 
Treinador: Augusto César
 
Cartões Amarelos
SANTOS: Léo Citadini e Leandrinho
GOIÁS: Tulio
 
Cartões vermelhos
GOIÁS: Péricles, aos 44min do 2º tempo
 
Árbitro
Leonardo Ferreira Lima
 
Árbitros auxiliares
Fabrício Porfilho de Moura e Marcos Rodrigues Monteiro
 
Público e renda
25.172 pessoas e R$ 266.125,00
 
Local
Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
santos campeão

Baixe o Wallpaper do Santos campeão

• 1024 x 768

• 1280 x 1024

Foto: Fernando Borges/Terra

Terra