6 eventos ao vivo

Santos é dominado pelo Vitória e dá adeus ao sonho da Libertadores

17 nov 2013
19h12
atualizado às 20h42

Apostando as últimas fichas por uma vaga na Copa Libertadores da América, Vitória e Santos se enfrentaram neste domingo no Barradão, em Salvador. Os rubro-negros dominaram o Peixe durante toda a partida válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, venceram por 2 a 0 e deixam o sonho de integrar o G-4 vivo para os últimos três jogos do ano.

O primeiro gol da partida saiu aos 20 minutos do primeiro tempo, quando o centroavante Dinei completou cruzamento de Damián Escudero e anotou o 13º gol na Série A. Aos 38 da etapa complementar, Maxi Biancucchi voltou a marcar após longo jejum e fechou a conta. Com o resultado, o Leão chega aos 54 pontos e deixa os alvinegros para trás na tabela com 48.

Na próxima rodada, a 36ª e antepenúltima da competição nacional, o Vitória visita o embalado Criciúma. A partida no estádio Heriberto Hulse está marcada para as 19h30 (de Brasília) de sábado. Já no domingo e às 17 horas, o Santos recebe o Fluminense, em jogo transferido para Presidente Prudente, no Prudentão.O jogo - Empolgado pelo resultado diante do Bahia na última quinta-feira, o Peixe partiu para cima assim que a bola rolou e chegou com perigo no primeiro minuto da partida. Thiago Ribeiro roubou bola de Ayrton na esquerda e cruzou no segundo poste. Geuvênio apenas escorou para trás e Cícero bateu de primeira à esquerda de Wilson.

A resposta do Leão saiu aos sete minutos. Juan entortou Bruno Peres na linha de fundo e tocou para William Henrique na grande área. O garoto adiantou demais a bola, mas acabou servindo de garçom para Ayrton chegar batendo. A bola inda desviou na defesa e quase encobriu Aranha. A partir dos 12 minutos, o jogo parecia ter desandado para os donos da casa.

Primeiro o rápido volante Marcelo sentiu lesão na coxa e deu lugar ao experiente Michel. Com o meio de campo mais pesado, os baianos não conseguiram segurar contra-ataque santista e a bola sobrou para Thiago Ribeiro. O camisa 9 entrou na área, deixou dois marcadores no chão e, mesmo com Wilson vendido, isolou.

O Vitória, então, decidiu não brincar com o azar e emplacou seu toque de bola em velocidade para abrir o placar no Barradão. Marquinhos recebeu na ponta direita e virou de trivela para Escudero na grande área. O argentino matou no peito já tirando a marcação de Bruno Peres e apenas rolou para Dinei estufar as redes. No lance seguinte, o centroavante quase ampliou em chute de longe.Em desvantagem, o Santos passou a correr atrás do prejuízo e por pouco não empatou em finalização colocada de Thiago Ribeiro. Na sequência, Alison tentou cruzar, a bola caiu nas costas de Wilson e o goleiro teve de se esticar para espalmar. E para corrigir as falhas defensivas pela direita, Claudinei Oliveira sacou o amarelado Bruno Peres para a entrada de Cicinho.

Já Ney Franco foi mais uma vez obrigado a mexer no time por lesão. Marquinhos pediu para sair e o técnico lançou Danilo Tarracha na esquerda, com Juan passando a atuar como meia. As mudanças não melhoraram as equipes e o jogo caiu de qualidade significativamente no segundo tempo.

Melhor para o Vitória, que apenas administrava o jogo até ser coroado com o segundo gol. Aranha saiu mal do gol e a bola sobrou na esquerda para Cáceres. O volante inverteu na ponta direita para Maxi Biancucchi, que entrou na vaga de William Henrique. O argentino entortou dois marcadores e soltou balaço no ângulo para desencantar após longo período lesionado e fechar o placar.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade