0

Sem Neymar, Giva se diz confiante e espera nova chance como titular

6 mar 2013
13h10
atualizado às 14h21
  • separator
  • 0
  • comentários

Sem contar com Neymar, suspenso, o técnico Muricy Ramalho mais uma vez terá que montar a equipe sem o seu principal jogador para a partida contra o Atlético de Sorocaba, no próximo domingo, no Estádio Walter Ribeiro. O jovem Giva, que estreou na vitória sobre o XV de Piracicaba, substituindo o camisa 11, é um dos principais candidatos a ocupar o posto ao lado de André no ataque alvinegro.

<p>Giva (o primeiro à esquerda) deve ficar com vaga de Neymar no domingo</p>
Giva (o primeiro à esquerda) deve ficar com vaga de Neymar no domingo
Foto: Ricardo Saibun/Santos FC / Divulgação

"Estou trabalhado e esperando a chance. Contra o XV, tentei mostrar o máximo que pude naquele jogo. Agora, se o Muricy achar que deve me utilizar, estou preparado para agarrar essa nova oportunidade", disse Giva, 20 anos.

&amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;quot;http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/selecoes-estaduais/iframe.htm&amp;amp;quot; href=&amp;amp;quot;http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/selecoes-estaduais/iframe.htm&amp;amp;quot;&amp;amp;amp;gt;veja o infogr&amp;amp;aacute;fico&amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;gt;

Como o argentino Miralles ainda se recupera de um edema na coxa esquerda e a presença em campo diante dos sorocabanos é uma incógnita, o novato santista tem boas possibilidades de receber outra chance entre os titulares.

O técnico Muricy Ramalho também conta com outro jovem atacante para o setor: Victor Andrade. Mas, caso Miralles não esteja apto a jogar, a tendência é que Giva, que ajudou o Sub-20 alvinegro a conquistar a última Copa São Paulo de juniores, volte a formar o ataque do Santos com André.

"Tentei mostrar durante a Copa São Paulo que eu tinha capacidade para estar no time principal. Agora o momento é de ter tranqüilidade e esperar a decisão do Muricy. Sei que substituir o Neymar é um pouco complicado, pela qualidade que ele tem. Mas, quando ele não estiver e o professor achar que deve me colocar, estou pronto para ajudar. O professor dá a chance de a gente se sentir bem e fazer o que ele acha melhor para a equipe", concluiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade