4 eventos ao vivo

Diretor do São Paulo rebate críticas de Ney Franco: "é ressentimento"

7 ago 2013
09h45
atualizado às 09h52
  • separator
  • 0
  • comentários

As declarações do técnico Ney Franco ao jornal O Globo, disparando principalmente críticas ao goleiro Rogério Ceni e alegando que o capitão da equipe tem um poder acima da média dentro do clube, repercutiram pelos lados do Morumbi. Em meio a um momento turbulento, na zona de rebaixamento no Brasileiro e com o retrospecto de apenas uma vitória nos últimos 15 jogos, o que o time tricolor não queria era uma nova polêmica. Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o vice-presidente do São Paulo, Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, acusou o treinador de tentar tumultuar o ambiente do clube paulista. 

<p>Declarações do técnico Ney Franco, que disparou principalmente contra Rogério Ceni, revoltaram o vice-presidente do São Paulo</p>
Declarações do técnico Ney Franco, que disparou principalmente contra Rogério Ceni, revoltaram o vice-presidente do São Paulo
Foto: Bruno Santos / Terra

Querendo evitar comentar muito o assunto, Leco disse que a atitude de Ney Franco foi lamentável e que parece que o São Paulo não consegue mais ter sossego. Para o dirigente, as coisas estavam se acalmando dentro do clube e Ney Franco trouxe à tona um discurso nada positivo. Ele foi mais além e declarou ainda que a atitude do treinador "é ressentimento". Após encerrar um longo jejum sem vitórias ao conquistar a Copa Eusébio, passando pelo Benfica por 2 a 0, o São Paulo voltou a perder na manhã desta quarta-feira. Na disputa da Copa Suruga, o time tricolor acabou derrotado por 3 a 2 pelo Kashima Antlers.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade