11 eventos ao vivo

Leão nega birra com estrangeiros, relaciona Cañete e barra Rivaldo

24 out 2011
21h39
atualizado às 22h50

Emerson Leão é conhecido por não apreciar atletas estrangeiros, sobretudo os argentinos. Mas o novo treinador do São Paulo garante que não faz restrições a bons jogadores e, para sua primeira partida no comando do time paulista, contra o Libertad, nessa quarta, relacionou o argentino Cañete. Quem ficou de fora, por opção, foi o veterano Rivaldo, querido pela torcida são-paulina, mas visto com desconfiança por Paulo César Carpegiani e Adilson Batista.

Leão treinou o São Paulo nesta segunda e já liberou a lista de relacionados para quarta
Leão treinou o São Paulo nesta segunda e já liberou a lista de relacionados para quarta
Foto: João Neto/VIPCOMM / Divulgação

» Confira 50 opções de reforços grátis para seu time em 2012
» Paulo Baier = Agostinho? Veja sósias do Brasileiro

Acusado de não gostar de atletas estrangeiros, o técnico esclareceu sua posição quanto ao assunto nesta segunda-feira. "Se eu não gostasse de jogadores estrangeiros bons, não daria para trabalhar aqui no Brasil. Todos os times têm estrangeiros. Ídolos de algumas torcidas são chilenos, argentinos, uruguaios, paraguaios... O que eu digo é que precisa ter qualidade, capacidade. Aí a nacionalidade não importa", discursou Leão.

Contratado em julho, Cañete tem sofrido com lesões e só conseguiu jogar cerca de dez minutos com a camisa do São Paulo, contra o Fluminense, dia 31 de agosto, pelo Brasileiro. O meia já vinha treinando com o grupo nas últimas semanas, após se livrar de contusão no adutor da coxa esquerda, mas a comissão técnica preferiu retardar seu retorno para que ele aprimorasse a forma física. Cercado de expectativas pela diretoria, o apoiador deve ficar no banco de reservas.

Caso Emerson Leão não faça mudanças radicais no time que atuou contra Libertad e Coritiba, ambas sob o comando interino do coordenador técnico Milton Cruz, o lateral direito paraguaio Piris, o outro estrangeiro do elenco são-paulino, será titular.

Já Rivaldo preferiu não polemizar e deu as boas vindas ao treinador em sua conta do twitter. "Hoje (segunda) foi a apresentação do treinador Emerson Leão. Que Deus o abençoe nesta nova etapa. Não fui relacionado para o jogo contra o Libertad, do Paraguai, mas vou estar torcendo para meus companheiros conseguirem a classificação", afirmou.

Para esse jogo, que vale vaga nas quartas, o São Paulo não pode contar com o volante Casemiro, que sofreu um estiramento na coxa direita e ficará de molho por duas semanas. Denílson, que não atuou contra o Coritiba no domingo por estar suspenso pelo STJD, é seu mais provável substituto.

Confira os 20 relacionados (dois serão cortados):

Goleiros: Rogério Ceni e Denis.
Laterais: Jean, Juan e Piris.
Zagueiros: Rhodolfo, Xandão, Luiz Eduardo e João Filipe.
Meio-campistas: Lucas, Wellington, Denilson, Carlinhos, Marlos, Cañete e Cícero.
Atacantes: Dagoberto, Luis Fabiano, Fernandinho e Willian.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade