1 evento ao vivo

Pintado tem acerto encaminhado para substituir Milton Cruz no São Paulo

A diretoria do São Paulo procura um ex-jogador de futebol com identificação com a torcida para substituir Milton Cruz, que deixou de integrar a comissão técnica permanente ao ser demitido na quinta-feira. E o nome que conta com maior respaldo entre os dirigentes é o do ex-volante Pintado, que hoje dirige o Guarani na Série A2 […]

25 mar 2016
12h22
  • separator
  • 0
  • comentários

Técnico do Guarani, Pintado deve assumir uma função na comissão permanente do Tricolor 

A diretoria do São Paulo procura um ex-jogador de futebol com identificação com a torcida para substituir Milton Cruz, que deixou de integrar a comissão técnica permanente ao ser demitido na quinta-feira. E o nome que conta com maior respaldo entre os dirigentes é o do ex-volante Pintado, que hoje dirige o Guarani na Série A2 do Campeonato Paulista. Bicampeão da Libertadores em 1992 e 1993 e campeão mundial em 1992 pelo Tricolor, o ex-jogador é querido pelos torcedores e é conhecido por ter bom trato com os atletas.

Pintado tem evitado conceder entrevistas para não tirar o foco dos jogadores do Guarani. A equipe de Campinas enfrentará nesta sexta-feira o Independente-SP, em jogo decisivo para manter as ambições de se classificar à próxima fase da Série A2.

A Gazeta Esportiva apurou que Pintado ficou grato por ser lembrado pela diretoria do São Paulo, já que há anos nutria o sonho de voltar ao clube para integrar a comissão técnica. Ele disse a pessoas próximas que estudou gestão esportiva pensando em trabalhar no Tricolor e que está pronto para assumir o desafio no clube.

A cúpula tricolor indicou que a contratação não seria necessariamente para assumir o cargo de coordenador técnico que Milton Cruz ocupou durante tantos anos no São Paulo. A função é exercida atualmente por Rene Weber, que tem acompanhado todos os treinos no CCT da Barra Funda e costuma sentar ao lado de Edgardo Bauza no banco de reservas durante os jogos.

Milton Cruz exercia desde o dia 5 de janeiro a função de analista de desempenho. O núcleo foi criado pela diretoria com o intuito de acompanhar a evolução apresentada pelos jogadores nas atividades diárias. Milton, no entanto, entendeu que tinha perdido espaço dentro do São Paulo e vinha se queixando nos bastidores do tratamento recebido pela diretoria.

Como a diretoria está atrás de um ex-jogador são-paulino, o nome do ex-goleiro Rogério Ceni naturalmente foi ventilado entre os dirigentes. Mas a contratação do ídolo foi descartada. Na quinta-feira, Ceni esteve no CCT da Barra Funda antes da demissão de Milton Cruz para lançar uma linha de bonecos. Ele afirmou que aproveitará o segundo semestre desse ano para decidir qual profissão exercerá em 2017.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade