2 eventos ao vivo

Ponte vence 2ª "batalha", e Conmebol confirma jogo de volta em Mogi

22 nov 2013
10h26
atualizado às 10h30
  • separator
  • 0
  • comentários

Se o São Paulo ainda tinha alguma esperança de tirar o segundo jogo da semifinal da Copa Sul-Americana do Estádio Romildo Gomes Ferreira, em Mogi Mirim, ela acabou depois da derrota para a Ponte Preta, por 3 a 1, no Morumbi. A Conmebol confirmou que o duelo de volta será realizado mesmo no Romildão, após o veto ao Moisés Lucarelli, em Campinas.

<p>Ponte Preta vai defender uma grande vantagem em Mogi Mirim</p>
Ponte Preta vai defender uma grande vantagem em Mogi Mirim
Foto: Marcelo Pereira / Terra

Durante o texto da vitória pontepretana no Morumbi, a Conmebol diz que "A partida de volta será na próxima quarta-feira no Estádio Vail Chaves (antigo nome do Romildão), na cidade de Mogi Mirim, e não na casa da Ponte Preta, o Moisés Lucarelli de Campinas, que foi vetado pela Conmebol a pedido do defensor do título - o São Paulo é o atual campeão".

A carga de ingressos e o início das vendas devem ser divulgados nos próximos dias. Devido a um acordo feito entre as diretorias antes dos dois jogos, a torcida tricolor terá direito a 5% da carga total. Ou seja, devem ser disponibilizados pouco menos de mil ingressos.

Desde semana passada que Ponte Preta e São Paulo travam uma batalha nos bastidores. Com o regulamento em mãos - jogos de oitavas, quartas e semifinais precisam ser realizados em estádios com capacidade mínima para 20 mil pessoas - e alegando falta de segurança em Campinas, o time tricolor pediu para a Conmebol vetar o Moisés Lucarelli, que pode receber no máximo 16.900, segundo o laudo do Corpo de Bombeiros.

Depois de criticar a atitude da diretoria são-paulina, a quem chamou de "mesquinha", a Ponte Preta optou por mandar o segundo jogo em Mogi Mirim, a 58 km de Campinas. Alegando que o Romildo Gomes Ferreira poderia receber no máximo 19,9 mil, o São Paulo tentou novamente mudar o local do confronto, mas não obteve sucesso, já que o laudo diz que a capacidade é de 20.579.

A preocupação em relação a um possível confronto entre as duas torcidas durante o trajeto para Mogi Mirim é grande, tanto que o goleiro Roberto e o técnico Jorginho, ambos da Ponte Preta, pediram paz aos torcedores nos dois jogos válidos pelas semifinais da Sul-Americana. No Morumbi, o único tumulto aconteceu na chegada do ônibus pontepretano, que foi alvo de pedras, paus e latas de cerveja jogadas pelos são-paulinos.

No primeiro jogo da semifinal, a Ponte Preta surpreendeu e venceu por 3 a 1, de virada. Na volta, marcada para a próxima quarta-feira, às 21h50 (horário de Brasília), o São Paulo precisa vencer por três ou mais gols de diferença para ficar com a vaga. Os campineiros podem perder até por 2 a 0 que avançam à final. Quem passar enfrenta o vencedor de Lanus-ARG e Libertad-PAR. Os argentinos ganharam por 2 a 1, fora de casa, a partida de ida.

Internautas ironizam "mico" do São Paulo contra Ponte; veja memes

Fonte: André Regi Esmeriz - Especial para o Terra André Regi Esmeriz - Especial para o Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade