1 evento ao vivo

Com dengue, Michel Bastos vira desfalque contra Cruzeiro

5 mai 2015
17h11
atualizado às 18h34
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O meia Michel Bastos está fora da primeira partida do São Paulo contra o Cruzeiro pelas oitavas de final da Copa Libertadores. O jogador teve  diagnóstico de dengue confirmado, e não entrará em campo na próxima quarta.

A informação foi confirmada pelo médico José Sanchez. O último treino de Michel foi no sábado, fazendo com que o São Paulo já colocasse as chances de o meia entrar em campo como muito baixas.

Michel Bastos é um dos principais jogadores do São Paulo na temporada
Michel Bastos é um dos principais jogadores do São Paulo na temporada
Foto: Alan Morici / FramePhoto

"Esperamos por conta conta da evolução clinica dele e queríamos um confirmação, aconteceu hoje. Conversamos hoje com o pessoal do clube e falamos a nossa colocação sobre o Michel no jogo de quarta-feira, que não participasse nessa partida porque se encontra na metade final do quadro, seria um risco bastante grande nestas condições", explicou Sanchez

O camisa 7 apresentou sintomas como febre e enjôo na qunta-feira, mas a evolução nos dias seguintes fez o São Paulo suspeitas apenas de uma gripe. O atleta estava até na pré-lista de relacionados para a partida, mas a confirmação da doença mudou o planejamento tricolor.

"Estávamos investigando e o quadro dele era tão bom que imaginava jogando quarta. Mas temos limitações com exames. Tentei apressar o maximo o exame e não consegui", lamentou o médico.

Sem poder contar com o seu principal jogador nos últmos jogos, a equipe tricolor aposta em Centurión. O argentino foi titular realizada pelo técnico Milton Cruz nesta terça-feira.

O clube agora luta para recuperar o jogador até a partida de volta. Como o atleta não teve sintomas muito graves, o clube acredita que não será como o corintiano Guerrero, que ficou semanas hospitalizado.

"Ele apresentou os sintomas na quinta- feira teve picos febris e um pouco de mal estar. São seis dias hoje, existe a tendência de do quinto ao sétimo dia uma melhora, para a remissão, a cura, ou a piora, aí surge algum tipo de alerta. Vai ficar em observação, se tudo ocorrer bem, no fim de semana fazer uma atividade física leve e segunda-feira treinar", afirmou Sanchez. 

 

 

 

Veja também:

Flamengo encostou no Palmeiras! Confira o ranking de maiores campeões nacionais do Brasil
Fonte: EFuroni Conteúdo Editorial
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade