1 evento ao vivo

São Paulo encara protesto em aeroporto da BA e se reapresenta sob pressão

15 jul 2013
13h36
atualizado às 16h40
  • separator
  • 0
  • comentários

A dois dias de disputar a primeira final em 2013, o São Paulo se reapresenta nesta segunda-feira no CCT da Barra Funda, sob pressão. Atravessando uma série de cinco derrotas consecutivas, o time tricolor volta aos trabalhos para a disputa do segundo jogo da decisão da Recopa Sul-Americana podendo se deparar com protestos. Insatisfeita com o desempenho do elenco, a torcida esteve presente no embarque de volta à capital paulista nesta madrugada.

<p>São Paulo enfrentou protestos da torcida após derrota para o Vitória neste domingo, no Barradão</p>
São Paulo enfrentou protestos da torcida após derrota para o Vitória neste domingo, no Barradão
Foto: Edson Ruiz / Gazeta Press

O São Paulo, que no domingo foi derrotado por 3 a 2 pelo Vitória, em Salvador, na estreia do treinador Paulo Autuori, tem reapresentação marcada para as 15h30 (de Brasília) desta segunda. Até a partida contra o Corinthians, às 21h50 (de Brasília) de quarta, no Pacaembu, o time terá tempo de realizar apenas duas atividades preparatórias. Para levantar a taça, a equipe precisa vencer por pelo menos dois gols de diferença (para não depender da prorrogação), já que perdeu a ida, no Morumbi, por 2 a 1.

Um fator que pode pesar para a equipe são-paulina é o ambiente agitado fora de campo. A torcida, que já havia feito um protesto no início do mês em frente ao Morumbi horas antes do clássico contra o Santos, voltou a cobrar incisivamente dos atletas, neste domingo, depois da partida contra o Vitória.

De acordo com informações da versão online do jornal Lance!, na madrugada desta segunda, membros de uma organizada foram ao aeroporto em Salvador cobrar os jogadores. Depois de uma "discussão acalorada", o único poupado foi o goleiro Rogério Ceni. Por outro lado, o lateral esquerdo Juan, reintegrado ao time após a eliminação na Copa Libertadores da América, foi o principal alvo das reclamações.

Os torcedores estavam no aeroporto quando o ônibus da delegação tricolor chegou ao local e aplaudiram o time, de maneira irônica. A organizada ainda exigiu o título da Recopa - em caso de derrota, foram prometidos novos protestos, mais intensos.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade