PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Favoritar Time

São Paulo emite nota oficial de organizada e revolta associados

22 jul 2013 - 17h04
(atualizado às 19h08)
Ver comentários
Publicidade
Sócios receberam e-mail do São Paulo com uma nota escrita pela torcida organizada Independente
Sócios receberam e-mail do São Paulo com uma nota escrita pela torcida organizada Independente
Foto: Reprodução

Entre tantas polêmicas criadas pela recente má fase do São Paulo, mais um problema surgiu nesta segunda-feira. De acordo com versão do clube, um funcionário errou ao enviar para todos os sócios-torcedores uma nota oficial da torcida organizada Independente. O funcionário já foi advertido e será punido, segundo a assessoria de imprensa são-paulina.

O problema teria começado quando um sócio-torcedor questionou o clube sobre um suposto envolvimento entre a diretoria e a torcida organizada. Disposto a responder sobre essa dúvida, o funcionário teria usado uma nota oficial da Independente para mostrar que não havia qualquer ligação entre as duas partes - no texto, a torcida diz que não têm "nenhum partido".

Porém, em vez de enviar para a pessoa apenas, a mensagem foi distribuída para os e-mails de todos os sócios-torcedores, o que rapidamente revoltou outros torcedores. A impressão de todos era que a diretoria estava usando uma posição da Independente para influenciar a opinião dos associados.

O Terra recebeu relatos de são-paulinos indignados com essa situação. Questionada sobre os fatos, a assessoria de imprensa do clube apresentou esta versão do que aconteceu, mas não quis revelar o nome do funcionário que errou e será punido.

Além da má fase em campo, já que o São Paulo completou dez jogos sem vencer, o clube tem vivido um conturbado momento político. Com a proximidade das eleições, o presidente Juvenal Juvêncio tem sido muito questionado, mas o apoio à oposição, liderada por Marco Aurélio Cunha, também gera debates no clube.

O estopim recente de todos os problemas no clube aconteceu em um churrasco realizado entre associados, nesta segunda. Juvenal e seus aliados discutiram com membros da oposição e houve também relatos de agressões. 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade