0

Ansioso por clássico de estreia, Magrão rechaça favoritismo do Sport

29 jan 2015
16h20

A palavra "favoritismo" parece ter sido banida do vocabulário de todos na Ilha do Retiro, mesmo que o Sport tenha conquistado dois títulos em 2014 e seja dono da maior arrecadação do estado em 2015.

"O favoritismo passa pelo torcedor, por vocês da imprensa, mas nós jogadores somos cientes que dentro de campo as coisas são diferentes. Eu particularmente já tive momentos aqui em que o Sport era favorito e não conquistamos o título. Os três grandes têm totais condições de levar o Campeonato Pernambucano", alertou o goleiro Magrão.

Ainda assim, o camisa 1 não esconde a emoção pela proximidade da estreia em seu 11º Pernambucano - principalmente porque o primeiro jogo do Leão será um clássico contra o rival Santa Cruz, neste sábado, às 18h30 (de Brasília), no Arruda.

"Não faz diferença ser veterano ou ter jogado mais de 500 partidas com a camisa do Leão. O primeiro jogo é sempre nervoso, é uma sensação muito boa. É sensação de frio na barriga. É um jogo diferente, que mexe com o torcedor e a motivação é muito grande para ajudar a equipe do Sport. Estou bastante ansioso para que chegue mais um clássico, para que eu possa fazer o melhor para o Sport e conquistar mais um bom resultado", declarou o goleiro, que classificou o time do Santa Cruz como perigoso.

"Das outras vezes que jogamos contra eles, a diferença era no conjunto. Se o conjunto não estiver ligado, fica difícil. Já conversamos com os mais novos sobre as experiências que tivemos aqui, e vamos entrar atentos", concluiu Magrão.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade