6 eventos ao vivo

Sport bate Nacional-URU e conquista Taça Ariano Suassuna

24 jan 2015
22h11

O Sport venceu o Nacional-URU por 2 a 1, em amistoso internacional na Arena Pernambuco, na noite deste sábado. Assim, o Leão conquistou a Taça Ariano Suassuna, que homenageia o falecido poeta e dramaturgo pernambucano, autor de obras como "O Auto da Compadecida". No duelo, que Eduardo Baptista aproveitou para testar jogadores diferentes em todos os setores, o Rubro-Negro marcou com Samuel e Danilo.

O Sport foi a campo na Arena Pernambuco com: Magrão (Danilo Fernandes), Alex Silva (Vitor), Ewerton Páscoa, Durval e Renê; Rithely, Neto (Ronaldo), Danilo (Wendel) e Régis (Mike); Élber e Samuel (Joelinton). Já o Nacional do Uruguai iniciou a partida com: Munúa, Romero, Aja, De los Santos e Díaz ; Porras, Arismendi, González e Fernandez; de Pena e Alonso.

O jogo - O Sport começou trocando passes e, no primeiro minuto, já mostrou ímpeto ofensivo, com o lateral Alex Silva tentando passe em profundidade pela direita. O primeiro gol do Leão saiu logo aos quatro minutos de partida. Samuel recebeu de Rithely na cara do goleiro Munúa e tocou para o fundo das redes.

Os donos da casa continuaram melhores no jogo, pressionando a saída de bola dos uruguaios e buscando a meta adversária. A resposta do Nacional veio aos 12 minutos, quando o atacante Alonso invadiu a área, mas viu Magrão agarrar a bola antes que ele pudesse finalizar. Três minutos depois, em novo ataque do Sport, Élber acertou chute forte na trave e, no rebote, Danilo chutou de dentro da área para ampliar o placar.

Com apoio da torcida na Arena Pernambuco, o Leão seguia trocando passes e envolvendo os uruguaios, que chegavam com perigo nos contra-ataques. Mas as melhores chances de gol saíam mesmo pelo lado do Sport, como aos 30 minutos, quando Alex Silva chutou para a meta livre e viu a defesa uruguaia salvar em cima da linha. O Nacional descontou no placar em seguida, com gol contra, e foi para o intervalo com placar em 2 a 1.

A segunda metade começou movimentada e, logo aos seis minutos, Élber chegou bem e cruzou para Danilo, que finalizou, mas viu a bola rebater na zaga uruguaia. Aos dez, o Nacional teve boa chance em falta, mas a cobrança explodiu na barreira rubro-negra.

No restante da etapa complementar, o Sport não teve grandes chances de gol, embora, nos dez minutos finais, tenha ficado em vantagem numérica após a expulsão de um jogador adversário. Porém, o Leão conseguiu administrar a vantagem construída ao longo do jogo e conquistar a Taça Ariano Suassuna.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade