0

Volante do Sport faz gesto obsceno à torcida e pede desculpas

3 ago 2013
21h33
atualizado às 21h42
  • separator
  • 0
  • comentários

O volante Renan Teixeira não resistiu às vaias e à pressão após a segunda derrota seguida do Sport. Depois de errar passe aos 43min do segundo tempo que gerou jogada que acabou em gol da Chapecoense, após pênalti cometido por Pereira e convertido por Bruno Rangel, o jogador foi vaiado por torcedores, e ao entrar no túnel para sair do campo fez um gesto obsceno direcionado a um torcedor que lhe xingava.

Brasileiro Série B 2013Rodada 12

SportspoSport1
2ChapecoenseChapecoenseacf-o

  • Marcos Aurélio 1 ' (2T)
  • Bruno Rangel 44 ' (2T)
  • Bruno Rangel 45 ' (2T)
  • Bruno Rangel 47 ' (2T)
  • Bruno Rangel 49 ' (2T)
2013-08-03 19:20 GMT-000 (D) FinalizadoIlha do Retiro

Vídeo registrado pela TV Globo já circula pelas redes sociais e torcedores do Sport criticam o atleta. Muitos pedem inclusive que ele seja afastado da equipe. Mas o treinador Marcelo Martelotte, antes de ter a confirmação de que Renan fez mesmo o gesto obsceno, chegou a defender o jogador, dizer que ele estava de “cabeça quente” e afirmou que inclusive o volante poderia ser a opção para a vaga aberta após o terceiro cartão amarelo sofrido por Anderson Pedra.

Um dos principais líderes do grupo, o goleiro Magrão representou os jogadores na coletiva após a partida. Ele garantiu que “os jogadores que tiveram infelicidade hoje durante a partida (Pereira e Renan Teixeira) pediram desculpas, mas não é porque eles falharam que perdemos. Pereira e Renan já tiveram partidas boas”, lembrou ele, para garantir que ambos têm crédito com o elenco.

Para Magrão, “é hora de ficar triste, mas já levantar a cabeça porque a gente não pode baixar a cabeça e terça-feira já tem um novo adversário”. Ele, no entanto, não foi questionado sobre a "dedada" de Renan Teixeira. Diante da repercussão negativa do vídeo, é provável que Martelotte reveja sua posição e não leve o jogador para a partida contra o ASA. O técnico já vem sendo bastante cobrado após insistir em improvisar Fabio Bahia na lateral direita, quando Sandrinho fez muito bem o papel na última vitória do time e ouviu coro de "burro" após a virada do Chapecoense na Ilha do Retiro.

Fonte: Brisa Comunicação e Arte - Especial para o Terra Brisa Comunicação e Arte - Especial para o Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade